Sem jogar no Santos, Léo abre mão de parte do salário

O lateral-esquerdo Léo decidiu compensar o Santos de alguma maneira pelas suas últimas três semanas de inatividade. Nesta segunda-feira, o jogador afirmou que abriu mão de metade dos direitos de imagem, que compõem seu salário, referentes ao mês de março. O jogador bicampeão brasileiro pelo Santos não atua desde o último dia 1.º, quando lesionou o joelho direito no clássico contra o São Paulo.

SANCHES FILHO, Agencia Estado

23 de março de 2009 | 20h46

"Quem me conhece sabe que eu sou um cara justo, que gosta das coisas certas. É claro que eu não tive culpa pela lesão, mas não me sentiria bem de receber do Santos o valor integral sem poder retribuir dentro de campo", justificou Léo, que comunicou sua decisão ao gerente de futebol Ocimar Bolicenho no início da semana passada.

Além de afirmar que tem uma relação de "amor" com o Santos, o lateral se disse ansioso pelo retorno. "Não vejo a hora de voltar a jogar. Estou só aguardando a liberação dos médicos para trabalhar no campo e ficar logo à disposição do (técnico) Vágner Mancini", disse Léo, que prevê para o final desta semana a sua volta aos treinamentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.