Sem Jonas, Renato deve mudar esquema tático gremista

Já sem o atacante Jonas, que acertou nesta segunda-feira a sua transferência para o Valencia (Espanha), o técnico Renato Gaúcho comandou o último treino do Grêmio em solo brasileiro antes da estreia na fase preliminar da Libertadores, marcada para quarta, contra o Liverpool, no Uruguai. E, com o desfalque do artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2010, ele optou por mudar o esquema tático, mas não confirmou a escalação que vai a campo em Montevidéu.

AE, Agência Estado

24 de janeiro de 2011 | 21h02

"Treinei três esquemas e qualquer um deles pode ser utilizado. Quarenta minutos antes do início do jogo, vocês saberão o time titular", declarou Renato Gaúcho. Logo após o treino realizado na tarde desta segunda-feira, em Porto Alegre, a delegação gremista foi para o aeroporto, onde embarcou para Montevidéu.

Apesar de não confirmar, o técnico deve escalar o Grêmio no esquema tático 3-6-1. Na primeira metade do treinamento, ele colocou Neuton no lugar de Jonas, formando um trio de zagueiros com Paulão e Rafael Marques. Assim, André Lima atuou sozinho no ataque. Na segunda parte, porém, o atacante Junior Viçosa entrou no lugar de Neuton e a equipe voltou ao 4-4-2.

Se a ausência de Jonas é a notícia ruim, a possibilidade de relacionar Vinícius Pacheco animou Renato Gaúcho. O meia-atacante apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta segunda-feira e poderá ser utilizado diante do Liverpool. O jogador, inclusive, foi inscrito na Libertadores com a camisa 7, que pertencia ao agora ex-artilheiro gremista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.