Sem Josué, Leão aposta em Renan

A alegria de Leão durou pouco. Ainda no vestiário do Morumbi, sábado passado, o técnico do São Paulo se dizia aliviado após ser informado que a ?fisgada? na coxa direita do volante Josué não era nada de grave. Nesta segunda-feira, no entanto, um exame mais minucioso diagnosticou o pior: estiramento, com previsão de recuperação de, no mínimo, duas semanas.Josué só deverá retornar na partida contra o Santo André, dia 26, no Morumbi. Assim, o garoto Renan será o companheiro de Mineiro e Danilo no meio-de-campo para encarar o Quilmes, quarta-feira, na Argentina, pela Libertadores.Apesar da pouca idade (19 anos), Renan é muito respeitado por Leão, que o considera o maior de todos os "cascudos". "Eu não queria ganhar outra chance dessa maneira, mas já que apareceu, não posso decepcionar. Esse será o jogo mais importante da minha carreira até aqui", garantiu o volante. "Tenho de mostrar muita vontade e muita raça."Renan sempre foi elogiado pelo técnico Leão por mostrar disposição e encarar o desafio de atuar em qualquer setor do campo. Contra o Rio Branco, por exemplo, chegou a fazer o papel de um terceiro zagueiro nos minutos finais. "Jogo do que pedirem", disse.O jogador não se mostra preocupado com a catimba argentina e sim com o ?fantasma? das contusões que tem rondado o São Paulo nas últimas semanas. "Nosso grupo é pequeno. Perdemos o Luizão e o Josué, dois jogadores muito importantes para o elenco. Claro que tem um pouco de temor, mas dentro de campo temos de nos doar e não ficar pensando que podemos nos machucar", avisou Josué.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.