Eddie Keogh/Reuters
Eddie Keogh/Reuters

Sem Julio Cesar, Queens Park Rangers volta à elite do futebol inglês

Com mais de 87 mil torcedores, equipe londrina retorna à primeira divisão

Agência Estado

24 de maio de 2014 | 13h48

LODNRES - Este sábado tem final da Liga dos Campeões, mas a partida entre Atlético de Madrid e Real Madrid, no Estádio da Luz, não terá sequer o recorde de maior público do dia. Afinal, nada menos do que 87.348 pessoas compareceram ao Estádio de Wembley, nesta tarde, para ver a partida final dos playoffs da segunda divisão da Inglaterra.

Acusado de, assim como o PSG e o Manchester City, desrespeitar a política de fair play financeiro, gastando muito mais do que arrecada, o Queens Park Rangers conseguiu o acesso depois de uma vitória apertada, por 1 a 0, sobre o Derby County. O gol decisivo foi marcado por Zamora, aos 46 minutos do segundo tempo.

Em busca da vitória, o Derby County pressionou o jogo todo e teve 68% da posse de bola, de acordo com as estatística da BBC. O domínio aumentou depois que O''Neil foi expulso, aos 15 minutos do segundo tempo. No lance do gol, o Derby perdeu a bola no campo de defesa, perto da bandeirinha de escanteio, e o cruzamento chegou para Zamora bater forte, sem chance de defesa.

O QPR é o ex-time de Julio Cesar, que trocou a Inglaterra pelo Canadá, no começo do ano, para ter a chance de jogar no semestre que antecedeu à Copa. Além da equipe londrina, que venceu o playoff, também subiram o Leicester City e o Burnley, pelas duas primeiras colocações na classificação geral. Vale lembrar que Norwich City, Fulham e Cardiff City foram rebaixados.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolQPRCampeonato Inglês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.