Sem lesões, Renato mira vaga de titular no Botafogo

O volante Renato chegou ao Botafogo em 2011 e teve a honra de receber a camisa de número 8 das mãos de Gérson, o Canhotinha de Ouro e, ao menos inicialmente, correspondeu ao que se esperava. Titular no seu primeiro ano e também em 2012, ele perdeu espaço neste ano, mas quer reconquistar a titularidade na equipe e garante que as lesões não o atrapalham mais.

AE, Agência Estado

20 de junho de 2013 | 16h21

"Entrar ou não no time cabe ao Oswaldo. Estou treinando, voltando à melhor forma física, sem sentir dor. Estou feliz porque não tenho mais limite de abertura, o adutor é sempre exigido. Hoje praticamente não tem dor, posso fazer tudo normalmente e aprimorar a parte física, depois de um longo tempo parado", explicou Renato, que disputou apenas nove partidas pelo clube neste ano.

Renato avaliou que o Botafogo conquistou todos os seus objetivos no primeiro semestre, tanto que o time faturou o título do Campeonato Carioca e avançou para a terceira fase da Copa do Brasil, além de estar na terceira colocação no Campeonato Brasileiro. Agora, o volante espera que o time trabalhe bem na intertemporada para voltar ainda mais forte.

"O primeiro objetivo do ano foi alcançado, o título carioca, co dois turnos direto. É claro que a cada dia podemos melhorar. O nível de qualidade no Brasileiro é muito maior, não podemos falhar, pois os jogos se definem de detalhes. Nas partes técnica e tática, Oswaldo vem cobrando e a equipe correspondendo bem. Temos tempo para treinar e ajustar erros para, já na volta, dar sequência ao trabalho e permanecer no alto da tabela para brigar pelo título brasileiro", comentou.

O Botafogo volta a campo no dia 3 de julho, para enfrentar o Figueirense, pela Copa do Brasil. No dia 7, o time joga contra o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoRenato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.