EFE/RAÚL MARTÍNEZ
EFE/RAÚL MARTÍNEZ

Sem Luan, Grêmio encara Ceará para encerrar sequência de empates no Brasileirão

Uma das favoritas ao título do nacional, equipe do técnico Renato Gaúcho não marca gols e não vence há dois jogos

Estadão Conteúdo

27 de maio de 2018 | 07h46

Sem marcar gols e vencer há duas partidas, o Grêmio encara o Ceará neste domingo, na Arena Castelão, em Fortaleza, às 19 horas, no fechamento da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho vai à capital cearense para tentar voltar a vencer na competição e integrar novamente o grupo dos primeiros colocados.

+ Confira tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

Apontado como um dos favoritos ao título do torneio nacional, o Grêmio oscila neste momento da temporada. O time gaúcho, que soma nove pontos, sofre com os desfalques e vem de dois empates sem gols contra Internacional e Paraná, que o tiraram das primeiras posições na tabela de classificação. Tem pela frente um dos piores times do campeonato e que ainda não venceu.

O técnico Renato Gaúcho, que já não pode contar com o zagueiro Pedro Geromel, convocado por Tite para a seleção brasileira, e Alisson e Arthur, machucados, terá novos desfalques. Não terá à disposição o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira e o atacante Luan, mas, por outro lado, terá o retorno do atacante Everton.

Luan, que está na lista dos 35 atletas de Tite, assim como Arthur e Maicon, será poupado pela comissão técnica por causa de dores musculares. Já a ausência de Marcelo Oliveira será por mais tempo. O lateral-esquerdo sofreu uma lesão no reto femoral da coxa esquerda e só voltará a ficar à disposição após a disputa da Copa do Mundo.

Em compensação, Everton participou dos últimos treinamentos e voltou a ser relacionado depois de sofrer lesão muscular no clássico contra o Internacional, que o tirou do time por duas semanas. A tendência é que o atacante comece a partida entre os reservas. Além disso, o atacante Hernane, recuperado de lesão, também foi relacionado por Renato Gaúcho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.