Sem Luan, Grêmio evita favoritismo contra pressionado Vitória no Brasileirão

Jogadores pregam respeito ao time baiano, que precisa vencer para sair da zona de rebaixamento

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2017 | 07h34

Cautela é a palavra de ordem no Grêmio para a importante partida desta quarta-feira contra o Vitória, no Barradão, em Salvador, às 19h30, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Apenas o penúltimo colocado na competição, com 12 pontos, o Vitória vem de duas derrotas consecutivas, em jogos onde sofreu oito gols: perdeu de 4 a 2 para o Palmeiras e 4 a 1 para o Vasco. E é a própria necessidade de reação do time baiano que preocupa o elenco do Grêmio, vice-líder com 28 pontos, oito atrás do Corinthians.

"A equipe do Vitória tem muitos bons jogadores, apesar da colocação deles no campeonato. A gente sabe que será um jogo difícil. Eles estão em uma situação incômoda e precisam sair, precisam fazer pontos. Precisa estar concentrado para não ser mais surpreendido", avisa Pedro Rocha, lembrando que o adversário tem dois jogadores que passaram recentemente pelo Grêmio, o que pode aumentar o desafio. "O Wallace e o Fred estavam conosco até o ano passado e conhecem bastante do nosso time."

A preocupação para o duelo é ainda maior porque o Grêmio não contará com o atacante Luan, grande destaque do time na temporada, mas que precisou ser poupado devido à desgastante sequência de jogos nas últimas semanas.

Outro titular descartado é o volante Michel, devido a uma virose. Também estão fora os meia-atacantes Lincoln, liberado para acompanhar o nascimento de seu filho, e Miller Bolaños, com dores no púbis. A boa notícia fica pelo retorno de Maicon. Recuperado de contusão, ele deve ser o substituto de Michel.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolGrêmioCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.