Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Sem Lucas Lima, Santos recebe Grêmio para encerrar jejum e reagir em luta por G4

Jogador recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota por 3 a 1 para o Bahia

Estadao Conteudo

19 Novembro 2017 | 08h26

Vindo de três derrotas seguidas ( Vasco, Chapecoense e Bahia) e precisando se reabilitar no Campeonato Brasileiro, o Santos não terá o meia Lucas Lima na partida contra o Grêmio, neste domingo, às 19 horas, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, pela 36ª e antepenúltima rodada da competição.

+ Grêmio treina em duas frentes e terá reservas e jovens contra o Santos

+ Elano define relacionados do Santos sem Lucas Lima e David Braz

O jogador, que passou de um dos ídolos a um dos mais contestados jogadores por parte da torcida, recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota por 3 a 1 para o Bahia, na última quinta-feira, em Salvador. Ao final da partida, Lucas Lima deixou o campo irritado e não conversou com os jornalistas.

Para piorar o relacionamento entre ele, a diretoria e os torcedores, Lucas Lima tem o futuro incerto no clube. O contrato do meio-campista termina no final deste ano e ainda não há sinais de renovação. O camisa 10 tem proposta do Palmeiras e a chance dele se transferir para o time alviverde em 2018 é considerável.

Mas, voltando à recuperação do time no Brasileirão, o fato de o Santos enfrentar um adversário claramente focado em outra competição - o Grêmio disputará o primeiro jogo da final da Copa Libertadores contra o Lanús, da Argentina, nesta quarta-feira, em Porto Alegre - poderá ser benéfico para o grupo comandado interinamente pelo técnico Elano.

Além disso, apesar de passar por uma fase negativa, o Santos precisa somente de um empate nas três últimas rodadas do torneio para se garantir entre os quatro melhores do Brasileirão - Corinthians, Grêmio e Palmeiras já conseguiram tal feito - e, consequentemente, assegurar uma vaga já na fase de grupos da Libertadores na próxima temporada.

Com 56 pontos, o clube santista se mantém na quarta colocação do Nacional, cinco pontos à frente do Botafogo, que ocupa a sexta posição e é a ameaça mais próxima na luta pelo G4 do campeonato, pois o Cruzeiro - quinto colocado, com 55 pontos -, já obteve a sua vaga na Libertadores de 2018 com o título da Copa do Brasil deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.