Mariana Bazo/Reuters
Mariana Bazo/Reuters

Sem Marta, Vadão convoca seleção feminina para período de treinos

Jogadoras participarão de atividades na Granja Comary, em Teresópolis, entre 11 de janeiro e 9 de fevereiro

Estadão Conteúdo

08 Janeiro 2018 | 19h14

O técnico Vadão anunciou nesta segunda-feira uma lista com 17 jogadoras convocadas para integrar a seleção brasileira feminina de futebol em um período de treinamentos. As atletas chamadas participarão de atividades na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), entre 11 de janeiro e 9 de fevereiro.

+ Brasil sobe uma posição e fica em oitavo no ranking feminino da Fifa

O principal destaque da lista ficou por conta da ausência de Marta. A principal jogadora de futebol de todos os tempos participou das vitórias nos dois amistosos diante do Chile, mas agora se ausentará destes treinamentos para seguir com sua equipe, o Orlando Pride.

A lista, aliás, é composta em sua maioria por jovens jogadoras. Depois de se destacar no Mundial Sub-20, na Papua-Nova Guiné, a zagueira Daiane Limeira recebeu sua primeira oportunidade na seleção principal. A meia Aline Milene também apareceu na lista de Vadão pela primeira vez.

O período de treinamentos na Granja Comary será utilizado para preparar a seleção brasileira para a Copa América, que acontecerá de 4 a 22 de abril, no Chile. O torneio será disputado em datas Fifa, o que fará com que Vadão tenha todas as jogadoras à disposição, incluindo Marta.

Confira as jogadoras convocadas por Vadão:

Goleiras: Bárbara (Kindermann), Aline (CBF), Letícia Izidoro (Corinthians/Audax), Tainá (Corinthians/Audax).

Laterais: Rilany (CBF), Tamires (Fortuna Hjorring-DIN).

Zagueiras: Bruna Benites (Houston Dash-EUA), Daiane Limeira (Avaldsness Idrettslag-NOR).

Volantes: Thaisa (CBF), Andressinha (Houston Dash-EUA).

Meias: Gabi Zanotti (CBF), Raquel (Ferroviária), Aline Milene (Baylor University-EUA).

Atacantes: Debinha (North Caroline Courage-EUA), Milene (Corinthians/Audax), Adriana (Corinthians/Audax), Bianca Gomes (CBF).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.