Manuel Lorenzo/ EFE
Manuel Lorenzo/ EFE

Sem Messi, Barcelona sofre diante do frágil Elche, mas ganha e reassume 3° lugar

Equipe catalã tem três pontos a menos que o rival Real Madrid e sete a menos que o líder Atlético de Madrid

Redação, Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2021 | 15h20

O Barcelona é um time completamente comum e previsível sem seu astro Messi. Neste domingo, a equipe visitou o frágil Elche, de quem não leva gols desde 1978, e levou susto na vitória por 2 a 0. O triunfo sofrido e com pouca inspiração recolocou a equipe catalã no 3° lugar do Campeonato Espanhol.

De Jong foi o destaque da vitória sobre o Elche ao abrir o placar e dar assistência no fim. Ainda no 0 a 0, porém, Ter Stegen teve de fazer defesa milagrosa. Após saída errada da zaga, o atacante do Elche perdeu o gol na cara do goleiro.

O Barcelona produziu pouco no jogo diante de um adversário na zona de rebaixamento. Dembélé foi quem mais criou, em dia sem brilho de Griezmann. Mesmo atuando abaixo do esperado, o francês teve participação no gol que aliviou a situação do Barcelona no jogo.

Após seu cruzamento, o defensor tentou cortar e desviou contra as próprias redes. Antes de a bola entrar, De Jong tocou para igualar o marcador. A tônica da segunda etapa seguiu idêntica, com o Barcelona mostrando pouco e sem criatividade com a ausência de Messi, suspenso.

Apenas no penúltimo minuto da etapa o triunfo foi consumado. De Jong serviu o jovem Puig, que fez seu primeiro gol no Campeonato Espanhol pela equipe principal.

O Barcelona subiu para 37 pontos, sete atrás do líder Atlético de Madrid e a três do rival Real Madrid. E Elche segue com 17 pontos, na penúltima colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.