Sem Messi e Agüero, Martino chama Higuaín para duelo com o Brasil

Com desfalques importantes, o técnico Gerardo Martino anunciou nesta segunda-feira uma lista de 25 jogadores que representarão a seleção argentina nos confrontos diante de Brasil, dia 12 de novembro, e Colômbia, cinco dias depois, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Sem dois de seus principais nomes, Messi e Agüero, o treinador deu nova chance a Higuaín.

Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2015 | 15h09

Desfalque nas duas primeiras partidas das Eliminatórias - derrota para o Equador e empate com o Paraguai -, Messi volta a ficar de fora por causa de uma lesão no joelho esquerdo. O jogador até poderia atender uma possível convocação no sacrifício, mas deu preferência ao clássico entre Barcelona e Real Madrid, no dia 22 de novembro. Assim, Martino achou melhor nem chamá-lo.

Já Agüero ficou de fora depois de se contundir justamente a serviço da seleção argentina, diante do Equador. O atacante do Manchester City segue afastado graças a uma lesão muscular na coxa esquerda.

Sem eles, quem recuperou a vaga na seleção foi Gonzalo Higuaín, do Napoli, que havia ficado de fora da primeira convocação para as Eliminatórias. Outro que retorna à seleção é o meia Erik Lamela, do Tottenham, chamado para o lugar de Roberto Pereyra, da Juventus, que também está lesionado.

Com apenas um ponto após duas partidas, o técnico Gerardo Martino já enfrenta pressão no comando da Argentina e há quem cogite uma possível demissão em caso de resultados ruins contra Brasil e Colômbia. O duelo diante dos brasileiros acontecerá no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, enquanto a partida com os colombianos será em Barranquilla.

Confira os 25 nomes convocados para a seleção argentina:

Goleiros: Sergio Romero (Manchester United), Nahuel Guzmán (Tigres-MEX) e Agustín Marchesín (Santos Laguna-MEX).

Defensores: Pablo Zabaleta (Manchester City), Facundo Roncaglia (Fiorentina), Ezequiel Garay (Zenit), Nicolás Otamendi (Manchester City), Ramiro Funes Mori (Everton), Marcos Rojo (Manchester United) e Emmanuel Mas (San Lorenzo).

Meio-campistas: Matias Kranevitter (River Plate), Javier Mascherano (Barcelona), Lucas Biglia (Lazio), Ever Banega (Sevilla), Enzo Pérez (Valencia), Javier Pastore (Paris Saint-Germain) e Erik Lamela (Tottenham).

Atacantes: Ángel Di María (Paris Saint-Germain), Carlos Tevez (Boca Juniors), Paulo Dybala (Juventus), Ezequiel Lavezzi (Paris Saint-Germain), Ángel Correa (Benfica), Nicolás Gaitán (Benfica) e Gonzalo Higuaín (Napoli).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.