Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Sem Messi, seleção argentina é convocada para amistosos contra Chile e México

Jogador do Barcelona está suspenso por causa das críticas contra a Conmebol após a derrota para o Brasil na Copa América

EFE, O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2019 | 09h36

O técnico Lionel Scaloni divulgou neste domingo a primeira convocação da seleção argentina após a participação na Copa América, para amistosos com Chile e México, que acontecerão em setembro, sem a presença do atacante Lionel Messi.

O camisa 10 está suspenso por causa de declarações dadas após a derrota nas semifinais para o Brasil, que sediou e conquistou o torneio continental. O craque do Barcelona não poderá atuar por três meses, assim ficará fora dos jogos do próximo dia 5, com os chilenos, e dia 10, diante dos mexicanos.

Outros dois nomes ausentes da lista da convocação para as partidas que acontecerão nos Estados Unidos são do meia Ángel Di María, do Paris Saint-Germain, e do atacante Sergio Agüero, do Manchester City, que tiveram participação apagada na Copa América.

O meia Alexis Mac Allister, contratado recentemente pelo Boca Juniors, inclusive, um dos principais algozes do Athletico Paranaense nas oitavas de final da Libertadores, está na lista da seleção principal pela primeira vez na carreira. Outra cara nova chamada por Scaloni é a do atacante Adolfo Gaich, que atua no San Lorenzo. Ele participou dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, em que a equipe argentina sub-23 conquistou a medalha de ouro.

CONVOCADOS

Goleiros: Franco Armani (River Plate-ARG), Esteban Andrada (Boca Juniors-ARG) e Agustín Marchesín (Porto-POR).

Defensores: Nicolás Otamendi (Manchester City-ING), Germán Pezzella (Fiorentina-ITA), Marcos Rojo (Manchester United-ING), Gonzalo Montiel e Lucas Martínez Quarta (River Plate-ARG), Leonardo Balerdi (Borussia Dortmund-ALE), Nicolás Figal (Independente-ARG) e Nicolás Tagliafico (Ajax-HOL).

Meias: Leandro Paredes (Paris Saint-Germain-FRA), Guido Rodríguez (América-MEX), Exequiel Palacios (River Plate-ARG), Marcos Acuña (Sporting-POR), Giovani Lo Celso (Tottenham-ING), Rodrigo De Paul (Udinese-ITA), Nicolás Domínguez (Vélez Sarsfield-ARG), Matías Zaracho (Racing-ARG), Alexis Mac Allister (Boca Juniors-ARG), Roberto Pereyra (Watford-ING) e Manuel Lanzini (West Ham-ING).

Atacantes: Joaquín Correa (Lazio-ITA), Paulo Dybala (Juventus-ITA), Lautaro Martínez (Inter de Milão-ITA), Lucas Ocampos (Sevilla-ESP) e Adolfo Gaich (San Lorenzo-ARG).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.