Sem Muricy, Flamengo luta para continuar na Copa do Brasil

Treinador tem arritmia e é hospitalizado no Rio na véspera do jogo

Thiago Rabelo, especial para a AE, Estadão Conteúdo

18 de maio de 2016 | 07h15

O técnico Muricy Ramalho não poderá comandar o Flamengo contra o Fortaleza, nesta quarta-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pelo jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil. O treinador passou mal durante o último treinamento da equipe e foi diagnosticado com um quadro de fibrilação atrial, uma espécie de arritmia cardíaca. Apesar do susto, os médicos do clube esperam que o treinador possa ganhar alta nos próximos dias.

Muricy já havia passado pelo mesmo problema em 2014, quando treinava o São Paulo e ficou internado por quatro dias e ausente do clube por 11. Sem Muricy no banco de reservas nesta noite de quarta, o time será comandado pela dupla de auxiliares formada por Tata e Jayme de Almeida. Sem o treinador, o rubro-negro terá um complicado desafio para avançar na competição nacional. Na capital cearense, na semana passada, a equipe perdeu por 2 a 1 e precisa reverter o quadro. Vitória por 1 a 0 garante a classificação, enquanto novo 2 a 1 leva o jogo para os pênaltis, já que o gol marcado fora de casa é critério de desempate.

No último fim de semana, na estreia neste Brasileirão, os cariocas jogaram mal, mas venceram o Sport por 1 a 0, em partida que Guerrero foi substituído e saiu nervoso de campo. O peruano segue prestigiado entre os titulares, mas, cada vez mais, passa a ser contestado pelas atuações ruins na temporada.

A formação com Everton no meio de campo e Emerson Sheik no ataque deve ser repetida. A dupla retornou de lesão no fim de semana e não apresentou nenhum problema físico durante o período ausente dos gramados. Com o imbróglio do zagueiro Wallace, que ainda não definiu a sua saída, o jovem Léo Duarte segue como titular. Como a Série C só tem início no fim de semana - embora a estreia seja apenas na segunda-feira, contra o River-PI -, o Fortaleza teve semana livre para treinar. Natan, Railan e Ronaldo, recém-contratados, viajaram com o time e ficam no banco de reservas. Dudu Cearense foi poupado da última atividade, mas não deve ser problema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.