Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Sem Neymar, Santos é atropelado pela Portuguesa no Pacaembu

O time do Canindé dominou a partida e, com dois gols de Bruno Mineiro, venceu por 3 a 1

Gabriel Melloni, Agência Estado

22 de setembro de 2012 | 20h20

SÃO PAULO - A

Mesmo com a vantagem, a equipe do Canindé seguiu pressionando e, depois de chance perdida por Rodriguinho, marcou o segundo. Aos 42 minutos, Bruno Mineiro ganhou da zaga e tocou para Rodriguinho, que viu Léo Silva entrando pela direita. O meia dominou e bateu para ampliar.

O técnico Muricy Ramalho colocou o time para frente e voltou para o segundo tempo com o meia Bernardo no lugar do lateral Juan. Mas a Portuguesa continuou melhor e quase marcou um golaço aos três minutos. Moisés arrancou do meio de campo com a bola, passou entre dois zagueiros, driblou o goleiro Rafael, mas acabou perdendo um pouco o ângulo e bateu na trave.

Sem resposta do Santos, a Portuguesa seguiu em cima e marcou o terceiro aos 17 minutos, novamente com o artilheiro Bruno Mineiro. Ele aproveitou cobrança de falta da direita e desviou de cabeça. Agora, o atacante tem 11 gols em 11 partidas disputadas com a camisa do clube.

A vantagem fez com que os visitantes se fechassem na defesa e passassem a explorar o contra-ataque. Em um deles, Bruno Mineiro tabelou com Moisés na entrada da área, mas finalizou mal, à esquerda. Rodriguinho, após longo lançamento, também perdeu boa chance, de cabeça.

Quando era completamente dominado, o Santos conseguiu diminuir. Aos 29 minutos, Bernardo cobrou falta da intermediária na cabeça de André, que desviou no canto esquerdo de Dida. O time da Vila Belmiro até tentou esboçar uma reação, mas esbarrou na própria fragilidade.

SANTOS 1 X 3 PORTUGUESA

SANTOS - Rafael; Douglas (João Pedro), Bruno Rodrigo, Durval e Juan (Bernardo); Arouca, Gerson Magrão, Felipe Anderson e Pato Rodríguez (Miralles); Victor Andrade e André. Técnico - Muricy Ramalho.

PORTUGUESA - Dida; Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Marcelo Cordeiro (Rogério); Léo Silva, Ferdinando, Moisés e Boquita; Rodriguinho (Lima) e Bruno Mineiro (Diego Viana). Técnico - Geninho.

GOLS - Bruno Mineiro, aos 37, e Léo Silva, aos 42 minutos do primeiro tempo. Bruno Mineiro, aos 17, e André, aos 29 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

CARTÕES AMARELOS - Valdomiro, Rodriguinho, Gustavo, Ferdinando, Boquita (Portuguesa); Felipe Anderson, Victor Andrade (Santos).

PÚBLICO - 17.080 torcedores.

RENDA - R$ 74.322,00.

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.