Divulgação
Divulgação

Sem Nixon e com Paulo Victor, Flamengo recebe a Cabofriense

Equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo testa nova formação para jogo no Maracanã e terá o retorno do goleiro, recuperado de lesão

Estadão Conteúdo

11 de fevereiro de 2015 | 08h05

O técnico Vanderlei Luxemburgo está disposto a buscar novas alternativas no time do Flamengo e os testes devem começar no jogo com a Cabofriense nesta quarta-feira, às 22 horas, no Maracanã, em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Carioca.

Embora tenha vencido as duas últimas partidas, o time rubro-negro ainda não convenceu. O trio ofensivo - formado por Marcelo Cirino, Nixon e Everton - não tem conseguido se impor e vai sofrer mudanças. Uma delas já está confirmada. Nixon está contundido e nem sequer vai concentrar com a equipe. 

Porém, Luxemburgo prefere manter sigilo sobre a formação. "É questão de dar ritmo. Não sei quem vai começar", afirmou o treinador após o treino desta terça-feira. Ele manteve boa parte da atividade fechada à imprensa e justificou que não fez grandes mudanças. "Mudei os jogadores, mas não mudei o desenho do time. É um processo de análises."

Os candidatos a entrar no time são o meia Gabriel e o atacante Eduardo da Silva, ambos se recuperaram de contusões musculares sofridas ainda na pré-temporada. Ao menos um deles deve começar a partida. 

O Flamengo também vai contar com o retorno do goleiro Paulo Victor. Ele sofreu uma contusão na cabeça durante a estreia contra o Macaé. Durante o período recuperação, ficou duas partidas fora do time, mas voltou a treinar normalmente e se mostrou pronto para retomar o posto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.