Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Sem os reforços e Rodrygo, Santos encara a Chapecoense fora de casa

Os estrangeiros Carlos Sánchez e Bryan Ruiz ainda não estão prontos para jogar. E o garoto está machucado

O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2018 | 06h00

Apesar da ansiedade da torcida pela estreia dos dois reforços para o meio de campo, o uruguaio Carlos Sánchez e o costa-riquenho Bryan Ruiz, o Santos ainda não vai contar com os estrangeiros neste domingo, contra a Chapecoense, em Chapecó, às 19 h. Pressionado pela proximidade da zona de rebaixamento, o técnico Jair Ventura também não terá o atacante Rodrygo, machucado.

+ Lesionado, Rodrygo não viaja com elenco e desfalcará o Santos em Chapecó

“A gente precisa de um grupo forte, serão três competições no segundo semestre. Todos devem brigar por posição e eles vão nos ajudar muito. Vai demorar para a gente contar com eles porque estão de férias e ainda vão ter de preparar a parte física, mas eles vão ser importantes na nossa briga por títulos”, afirmou o goleiro Vanderlei. 

Contra a Chape, Jair Ventura não vai enfrentar o dilema de aproveitar os quatro mais badalados atacantes do elenco no time titular ou reforçar o meio de campo. O Santos enfrentou o Palmeiras, quinta-feira, com a dupla Alison e Jean Mota no setor central, com Bruno Henrique, Rodrygo, Eduardo Sasha e Gabigol à frente. Na prática, apesar das armas ofensivas, o Santos criou poucas oportunidades e se viu exposto aos contra-ataques do Palmeiras. 

O volante Alison está suspenso por acúmulo de cartões amarelos. O jogador é um pilar da equipe e até motivou a torcida santista no Pacaembu, há tempos insatisfeita com Jair Ventura, a chamar o treinador de “burro” por substituí-lo. 

O natural é que as vagas abertas por Rodrygo e Alison fiquem com os meio-campistas Diego Pituca, suspenso na última rodada, e Léo Cittadini, que entrou no lugar de Alison contra o Palmeiras. Lucas Verissimo também pode retornar ao time. Ele está à disposição do treinador. O zagueiro foi afastado durante a tentativa de negociá-lo com o Torino, da Itália, mas a transferência não se concretizou. Por isso, ele pode retomar lugar cedido a Gustavo Henrique. Jair vai decidir isso. 

O Santos tem 14 pontos e Chapecoense tem um a mais. O atenuante para os santistas é ter disputado uma partida a menos na competição.

FICHA TÉCNICA

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, R. Thyere, Douglas e B. Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo, Luiz Antonio e A. Doffo; B. Silva e W. Paulista Técnico: Gilson Kleina.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Dodô; Diego Pituca, Léo Cittadini e Jean Mota; Gabigol, Eduardo Sasha e Bruno Henrique Técnico: Jair Ventura.

Juiz: Wagner Reway (MT).

Local: Arena Condá.

Horário: 19h.

Na TV: SporTV.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.