Paolo Magni / EFE
Paolo Magni / EFE

Sem Paquetá, Milan leva 5 a 0 da Atalanta fora de casa e é massacrado no Italiano

Equipe rubro-negra é apenas a décima na tabela, enquanto Atalanta está em quinto e tem o melhor ataque do Campeonato Italiano

Redação, Estadão Conteúdo

22 de dezembro de 2019 | 11h17

O Milan se despediu de 2019 de forma melancólica. Em seu último compromisso no ano, o time de Milão foi massacrado neste domingo pela Atalanta por 5 a 0 fora de casa, em Bérgamo, pela 17ª rodada do Campeonato Italiano.

Em grande fase, a Atalanta é uma das grandes surpresas do futebol europeu nesta temporada. O time de Bérgamo avançou às oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa e, na competição nacional, briga na parte de cima da tabela. No momento, está em quinto lugar, com 31 pontos.

O Milan, por sua vez, vive um calvário do qual parece difícil de sair. Tem acumulado derrotas e fracassos nos últimos anos e não tem conseguido reagir. No torneio nacional, é apenas o décimo colocado, com 21 pontos, muito distante dos primeiros colocados. Para piorar, o time milanista tem de ver a arquirrival Inter brigar com a Juventus pela liderança.

O Milan não contou com os brasileiros Léo Duarte, machucado, e Lucas Paquetá, suspenso. No primeiro tempo, a equipe de Milão até fez um jogo equilibrado, de modo que teve chances para abrir o placar, com Rafael Leão, Çalhanoglu e Boaventura, mas não marcou e desceu para o intervalo perdendo por 1 a 0, gol anotado pelo argentino Papu Gómez aos 10 minutos.

O panorama mudou a partir da etapa final. A Atalanta, dona do melhor ataque da competição, não teve dó e humilhou o adversário. O croata Pasalic fez o segundo e o esloveno Ilicic transformou a vitória em goleada ao marcar duas vezes na sequência.

O colombiano Luis Muriel fechou a conta e selou o passeio em Bérgamo. O placar só não foi ainda mais humilhante porque o goleiro Donnarumma salvou o Milan em duas ocasiões no final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.