Miguel Angel Polo/EFE
Miguel Angel Polo/EFE

Sem Pato, Villarreal vira para cima do Las Palmas no final e persegue líderes

Atacante brasileiro anunciou por meio de rede social que está com caxumba

Estadão Conteúdo

23 Outubro 2016 | 17h13

Mesmo sem poder contar com o atacante brasileiro Alexandre Pato, que está com caxumba, o Villarreal venceu o Las Palmas por 2 a 1 de virada, com um gol nos acréscimos, neste domingo. O resultado no estádio El Madrigal, pela nona rodada do Campeonato Espanhol, manteve a invencibilidade dos donos da casa, que seguem perseguindo a ponta do torneio.

O triunfo deixou o Villarreal em terceiro lugar com 19 pontos, assim como o Barcelona que está na segunda posição por conta dos critérios de desempate. O Sevilla aparece na liderança, com 20, mas o Real Madrid encara o Athletic Bilbao neste domingo e pode chegar a 21 caso vença. Já o Las Palmas parou nos 12 pontos, em nono lugar.

Alexandre Pato era esperado para o time titular do Villarreal, mas anunciou ainda neste domingo que estava doente. "Bad day (dia ruim, em português)! Descobri hoje que estou com caxumba!", publicou o atacante no Twitter.

Na partida deste domingo, o Las Palmas abriu o placar aos 31 minutos do primeiro tempo com um golaço. Tana recebeu lançamento na ponta direita e, de calcanhar, cruzou para Kevin-Prince Boateng pegar de sem-pulo e mandar para as redes.

Já na segunda etapa, o italiano Nicola Sansone empatou para o Villarreal em cobrança de pênalti, aos 19 minutos. E já nos acréscimos da arbitragem, aos 47 do segundo tempo, Bakambu entrou tabelando na área e bateu na saída do goleiro para garantir a vitória.

Pela décima rodada do Campeonato Espanhol, com uma semana inteira para treinar, o Villarreal encara o Eibar fora de casa no próximo domingo, enquanto o Las Palmas recebe o Celta de Vigo.

MÁLAGA GOLEIA LEGANÉS

Também neste domingo, o Málaga recebeu o Leganés e aplicou uma goleada de 4 a 0, neste domingo, e se afastou de vez da zona de rebaixamento do Campeonato Espanhol.

Jony abriu o placar de pênalti, aos 40 do primeiro tempo, e Gonzalo Castro ampliou dois minutos mais tarde. Já na segunda etapa, Sandro Ramírez fez o terceiro, aos 12, e Ignacio Camacho selou o 4 a 0 nos acréscimos.

Com o resultado, o Málaga foi a 12 pontos, na décima posição, enquanto o Leganés caiu para 14.º, com dez pontos. O Sporting Gijón, primeiro time na zona da degola, no 18.º lugar, tem oito pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.