Sem patrocínio master, presidente do Santos demite gerente de marketing

O insucesso na tentativa de conseguir um patrocinador master para a camisa do time fez mais uma vítima no Santos. O gerente de marketing, Alex Fernandes, contratado no início da gestão de Modesto Roma Júnior, foi demitido nesta segunda-feira. Consta que o clube pretende terceirizar o departamento. O clube e Fernandes não se pronunciaram sobre o assunto.

SANCHES FILHO, Estadão Conteúdo

23 Março 2015 | 19h33

O Santos está com o espaço mais valorizado de sua camisa vago há dois anos. O primeiro a cair por não conseguir fechar com uma empresa disposta a estampar a sua marca no peito e costas da camisa por R$ 25 milhões/ano, em 2013, foi Armênio Neto, que fez parte da primeira equipe da administração de Luiz Álvaro de Oliveira Ribeiro. Depois foi a vez de Fernando Montanha, com a troca de diretoria, no começo de 2015.

A primeira passagem de Fernandes pelo Santos foi durante o período de Marcelo Teixeira na presidência. Ao retornar ao clube, em janeiro, o máximo que ele conseguiu foram alguns patrocinadores pontuais. Diante da retração do mercado, a ideia do ex-gerente era conseguir um patrocinador para o peito da camisa e outro para as costas, por entender que seria mais fácil vender duas cotas de R$ 10 milhões do que uma de R$ 18 milhões, mas não obteve sucesso.

Modesto concede entrevista nesta terça-feira às 15h, na Vila Belmiro, e deve falar sobre os motivos da demissão de Fernandes e sobre as negociações para convencer o Milan a prorrogar o empréstimo de Robinho (termina no dia 30 de junho) e para renovar com do artilheiro Ricardo Oliveira, que ganha R$ 50 mil por mês e tem contrato até dia 4 de maio.

Mais conteúdo sobre:
futeboL Santos FC gerente de marketing

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.