Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Sem perder foco com Estadual, Grêmio busca a 1ª vitória na Libertadores

Adversário Monagas, da Venezuela, não vence há 11 jogos sem vencer no campeonato local

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2018 | 06h46

Entre um jogo e outro da final do Campeonato Gaúcho, o Grêmio terá nesta quarta-feira o desafio de direcionar toda a sua concentração para a Copa Libertadores. Três dias após golear o Brasil de Pelotas e encaminhar o título estadual, o time de Renato Gaúcho vai tentar conquistar a primeira vitória nesta edição da competição internacional, diante do venezuelano Monagas, às 19h15 desta quarta, em sua Arena, em Porto Alegre.

+ Após rumores, Ramiro diz torcer por permanência de Renato no Grêmio

+ Com larga vantagem em final, Arthur prevê força máxima do Grêmio na Libertadores

O atual campeão da Libertadores entrará em campo com a necessidade da vitória porque empatou com o Defensor, por 1 a 1, em sua primeira partida no Grupo 1. Menos mal para os gaúchos que o rival desta quarta é o modesto Monagas, considerado o time mais fraco da chave, que tem o Cerro Porteño na liderança, com seis pontos.

Apesar disso, o Grêmio prega atenção para evitar surpresa em sua estreia em casa. "Sabemos que não é uma equipe boba. Tem jogadores rápidos na frente. Temos que estar muito atentos com isso. Vocês [jornalistas] dizem que é 'zebra', mas já vimos várias vezes isso acontecer", diz o atacante Luan.

Por isso, Renato Gaúcho mandará a campo força máxima, sem poupar titulares para a final do Gauchão. Sem surpresas, ele deve escalar o trio ofensivo formado por Luan, Everton e Jael, que brilhou na goleada de 4 a 0 sobre o Brasil de Pelotas. Eles serão determinantes diante da eventual retranca venezuelana.

"Já enfrentamos uma equipe venezuelana antes. Já temos um pouco de noção de como as equipes de lá se portam. Fora de casa, contra o atual campeão, deverão vir com uma postura mais defensiva", diz o meia-atacante Ramiro, outro titular garantido para o duelo desta quarta.

Do outro lado, o Grêmio terá pela frente um rival em crise, apesar de ser o atual campeão venezuelano. Estreante na Libertadores, o Monagas completou uma sequência de 11 jogos sem vitória na temporada. Por isso, é apenas o 15º colocado na competição nacional, entre 18 equipes, com oito pontos conquistados em 11 jogos disputados.

Para piorar, o técnico Jhonny Ferreira não poderá contar com o artilheiro do time. O argentino Juan Vogliotti vai cumprir suspensão após ter sido expulso na estreia, na derrota para o Cerro Porteño por 1 a 0, em casa. Sem o atacante, o Monagas deve apostar no meia Luis González, jogador mais habilidoso do time.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.