Vítor Silva/SSPress/Botafogo
Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Sem Pimpão e Kieza, Botafogo quer evitar pressão do Atlético-PR em Curitiba

Alvinegro carioca enfrenta o rubro-negro paranaense às 21h, na Arena da Baixada

Estadão Conteúdo

27 Outubro 2018 | 06h54

Sem vencer no Campeonato Brasileiro há quatro rodadas, o Botafogo está preparado para resistir à pressão inicial que o Atlético-PR deverá imprimir no duelo deste sábado, às 21 horas, na Arena da Baixada, em jogo válido pela 31ª rodada. A melhor defesa poderá ser o ataque.

"Temos de buscar os pontos fora de casa. Não tem surpresa, talvez uma mudança de característica com a troca de um jogador ou outro, uma postura mais agressiva, competitiva", diz o técnico Zé Ricardo, que ganhou dois desfalques: Rodrigo Pimpão, com virose, e Kieza, que sofre com uma lesão no tendão de Aquiles.

A novidade na equipe é o retorno do meia chileno Leo Valencia, recuperado de lesão. "O Leo vai ser relacionado para o jogo, sim. Recuperou de uma lesão um pouquinho mais grave na panturrilha, treinou bem a semana e está relacionado para partida."

Quanto ao futuro retorno dos goleiros titulares, Jefferson e Gatito, Zé Ricardo pede mais paciência. "Os dois estão próximos de retornar. Acho até que não deve dar prazo porque pode gerar uma expectativa. No caso do Gatito já aconteceu, quando infelizmente sentiu novamente. A gente quer dar confiança para os que vêm jogando."

A provável escalação do Botafogo: Saulo; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Bochecha e Valencia (Jean); Erik, Luiz Fernando e Brenner. Técnico: Zé Ricardo.

O Botafogo é o 13º colocado no Brasileiro, com 35 pontos, cinco atrás do Atlético-PR, que ocupa a oitava posição no campeonato.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.