Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Mauro Neto/ Sejel Amazonas
Mauro Neto/ Sejel Amazonas

Sem presença de público, seleção sub-20 empata amistoso com o México em Manaus

Time formou com: Hugo; Emerson, Matheus Thulen, Vitão e Guedes; Bobsin, Luan Pereira, Alan e Mauro Júnior; Igor e Richard.

Estadão Conteúdo

22 de março de 2018 | 23h26

A seleção brasileira sub-20 não foi além do empate por 1 a 1 com o México, nesta quinta-feira, em amistoso disputado na Arena da Amazônia, em Manaus, atuando desfalcada dos principais nomes da categoria, como o atacante Vinicius Júnior, que não foi liberado pelo Flamengo, em ação que também foi adotada por outros clubes do futebol nacional.

+ Tite admite que ainda observa jogadores para todas as posições da seleção

O amistoso desta quinta-feira com disputado com os portões fechados do estádio de Manaus, um dos palcos da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Ainda assim, embora tenha sido encarado mais como um jogo-treino, adotou todos os protocolos de um amistoso normal.

No duelo, os mexicanos abriram vantagem logo aos três minutos do primeiro tempo com o gol marcado por Macias, em finalização de fora da área. Com a seleção brasileira em desvantagem, o técnico Carlos Amadeu fez oito alterações na equipe na segunda etapa. E a resposta veio aos 25 minutos, após tabela de Augusto e Luan Candido, que terminou com uma finalização de Helinho para fazer 1 a 1.

Amadeu escalou o Brasil no início do duelo com a seguinte formação: Hugo; Emerson, Matheus Thulen, Vitão e Guedes, na defesa; Bobsin, Luan Pereira, Alan, Mauro Júnior, Igor e Richard.

Com a presença do público, Brasil e México voltarão a se enfrentar na Arena Amazônia no domingo, às 19 horas (de Brasília). O duelo será mais um passo da equipe na preparação para o Sul-americano Sub-20 de 2019.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.