Sem pretensões no Brasileiro, Flu dará chance a garotos contra o Inter

Apenas 14.º colocado do Campeonato Brasileiro, o Fluminense já escapou do rebaixamento e não briga por nada de importante nas últimas duas rodadas. Por isso o técnico Eduardo Baptista vai aproveitar os próximos compromissos para fazer testes pensando na temporada 2016. Nesta sexta-feira, ele confirmou que vai escalar os jovens Ygor Nogueira e Ayrton, respectivamente zagueiro e lateral-esquerdo, no time titular que vai pegar o Internacional, sábado à noite, no Maracanã.

Estadão Conteúdo

27 de novembro de 2015 | 16h08

"São jogadores de qualidade. Não digo que eu dei a chance, eles que ganharam por mérito. O Nogueira vindo bem conquistou isso. Eu não estou testando ele. Estou dando oportunidade para um atleta que mereceu a vaga. Ayrton é a mesma coisa. Está aí a chance", disse o treinador, em entrevista coletiva.

Ygor, de 20 anos, chegou a ser emprestado para o Gent, da Bélgica, e vai fazer sua estreia pelo Flu no lugar de Gum, gripado. Já Ayrton, de 18, atuou como titular em outras duas partidas do Brasileirão, em outubro. Ele joga porque Jonathan está recuperando a forma física visando a próxima temporada e Wellington Silva foi deslocada para a lateral-direita.

De acordo com Eduardo Baptista, só há uma dúvida na escalação do time titular. Marcos Junior está com uma virose e, se for vetado, dará lugar a Pierre. Aí a equipe seria modificada taticamente, com Cícero sendo deslocado para o meio-campo, ao lado de Gustavo Scarpa e Osvaldo.

Duas alterações já são certas: Edson entra no lugar de Jean, que está machucado, enquanto Wellington Paulista é o escolhido para substituir Fred, liberado de treinar nesta semana.

O time, assim, será escalado com: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Ygor Nogueira, Marlon e Ayrton; Edson, Cícero, Gustavo Scarpa, Marcos Junior (Pierre) e Osvaldo; Wellington Paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.