Sem pretensões, Vila Nova se despede da torcida com empate diante do Paysandu

Gol sofrido no final da partida fez equipe goiana ficar na modesta 10.ª colocação

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2016 | 20h17

O Vila Nova decepcionou na despedida diante da torcida na Série B. Apesar de dominar a maior parte do jogo, o time goiano cedeu o empate para o Paysandu, por 2 a 2, no final da tarde deste sábado, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, em Goiânia. O duelo foi válido pela penúltima rodada da competição.

Sem chances de acesso ou rebaixamento, o Vila faz o último jogo da temporada contra o Joinville, no próximo sábado, às 17h30, na Arena Joinville. Apesar de conviver com os salários atrasados, o time está em posição intermediária, com 53 pontos.

O Paysandu está mais abaixo na classificação, mas também apenas cumprirá tabela. Com 49 pontos, o clube paraense enfrenta o Criciúma, na última rodada. O jogo será disputado na próxima sexta-feira, às 20h30, no estádio da Curuzu, em Belém (PA).

O primeiro tempo premiou o time que soube aplicar melhor sua proposta de jogo. O Vila Nova até teve o domínio territorial, mas não transformou isso em gols. Já o Paysandu foi eficiente quando chegou à frente. Aos 33 minutos, o atacante Tiago Luís cruzou na medida para o artilheiro Leandro Cearense completar nas costas da defesa.

Na segunda etapa, o Vila chegou ao empate ainda aos 15 minutos. O atacante Vandinho recebeu assistência do atacante Mateus Anderson na área e bateu cruzado, no canto direito do goleiro Marcão. A virada aconteceu em pênalti polêmico, após o atacante Aloísio cair na área, aos 32 minutos. O volante Victor Bolt bateu e Marcão chegou a defender. Na sobra, o próprio jogador completou.

Quando tudo levava a crer que a vitória goiana estava garantida, o time paraense conseguiu surpreender e reagir graças a uma falha defensiva do adversário. O meia Celsinho aproveitou bobeada da defesa e completou cruzamento de cabeça, aos 40 minutos.

FICHA TÉCNICA:

VILA NOVA 2 X 2 PAYSANDU

VILA NOVA - Wagner Bueno; Maguinho, Guilherme Teixeira (Reniê), Reginaldo e Patrick; Caíque (Vandinho), Geovane, Victor Bolt, Wellington Simião (Mateus Anderson) e Aloísio; Moisés. Técnico: Guilherme Alves.

PAYSANDU - Marcão; Roniery, Fernando Lombardi, Pablo e Lucas; Jhonnatan, Ilaíson (Rivaldinho), Rodrigo Andrade e Cleyton (Celsinho); Leandro Cearense (Mailson) e Tiago Luís. Técnico: Dado Cavalcanti.

GOLS - Leandro Cearense, aos 33 minutos do primeiro tempo; Vandinho, aos 15, Victor Bolt, aos 35, e Celsinho, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Guilherme Teixeira, Victor Bolt (Vila Nova); Roniery, Ilaílson, Jhonnatan, Rodrigo Andrade, Fernando Lombardi, Tiago Luís (Paysandu).

RENDA - R$ 22.330,00.

PÚBLICO - 2.144 pagantes (2.535 ao total).

LOCAL - Estádio OBA, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.