Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Sem priorizar torneios, Grêmio abre Brasileirão contra o Cruzeiro no Mineirão

Renato Gaúcho diz que em 2018 quase não poupará atletas em virtude da disputa da Libertadores

Estadão Conteúdo

14 Abril 2018 | 07h18

Embalado por duas conquistas já no começo desta temporada - Recopa Sul-Americana e Campeonato Gaúcho -, o Grêmio abre o Campeonato Brasileiro neste sábado, às 16 horas, diante do Cruzeiro, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O discurso pelo lado gremista é o de que a equipe não priorizará as competições e entrará forte na disputa de todos os torneios.

Brasileirão começa com tiro curto até a Copa do Mundo

Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Mais notícias do Campeonato Brasileiro

Atual campeão da Copa Libertadores e vencedor da Copa do Brasil em 2016, o Grêmio teve, na última temporada, de poupar alguns jogadores na reta final do Brasileirão para focar no mata-mata da competição continental. Deu certo pois levantou a taça do torneio mais importante do continente, mas perdeu força nos pontos corridos e acabou terminando o Brasileirão em quarto.

Apesar de poupar Luan para a estreia contra o atual campeão da Copa do Brasil, o técnico Renato Gaúcho garante, desta vez, que o Grêmio, fortalecido pela permanência de Luan e pelas chegadas de reforços como André e Hernane, terá elenco para manter o foco nas três competições - Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores. O camisa 7 não participou nem do último treino no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre, e será preservado por conta de dores musculares e deve ser substituído por Cícero.

"O Grêmio não vai deixar o Campeonato Brasileiro de lado, como nunca deixou, assim como a Copa do Brasil e a Libertadores. O Grêmio vai encarar as três competições da mesma forma em todos os jogos. E vai direcionar uma competição ou outra lá na frente dependendo do que acontecer", garantiu o técnico.

Renato Gaúcho ainda não tem em sua galeria de troféus o do Brasileirão. Logo, além da importância da competição em si, outro motivo para não abrir mão do campeonato é o fato de nunca tê-lo vencido. "Em determinados jogos, vamos ter que poupar jogadores. Brasileirão é disputado em pontos corridos. Copa do Brasil e Libertadores são mata-mata. É meu sonho ganhar um Campeonato Brasileiro", disse.

O lateral-esquerdo Cortez também não esteve presente na última atividade antes da viagem a Belo Horizonte, mas está entre os relacionados e deve ser titular. André, contratado recentemente junto ao Sport, também viajou com o elenco e pode fazer a sua estreia com a camisa gremista. Hernane, por sua vez, está fora de combate e ficou em Porto Alegre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.