Sem promessas, Nelsinho chega ao Fla

Calmo, sem prometer títulos e muito convicto em suas opiniões. Essas foram as principais características do técnico Nelsinho Baptista, de 52 anos, durante sua apresentação ao time do Flamengo, na Gávea, nesta segunda-feira. Campeão estadual de 2003 no comando o Goiás, ele assinou contrato até dezembro, sem multa rescisória. "Sou disciplinador sem ser tirano e exijo profissionalismo. Dou ênfase à parte tática, gosto de uma "pegada" forte na marcação e muita velocidade no toque de bola", disse Nelsinho, destacando que privilegia a criatividade dos jogadores."Estou motivado, mas não vou prometer nada. Vim para vencer. Vou trabalhar muito na busca de um título, porque segundo lugar não interessa ao Flamengo." Nelsinho nunca treinou uma equipe do Rio e terá a dura missão de reerguer o combalido time rubro-negro. Após a eliminação no Campeonato Carioca, o clube vivenciou dias tensos com acusações de brigas entre os jogadores. "Gosto de disciplina e todos os atletas terão que apresentar um futebol coletivo e solidário", disse o treinador.Técnico há 15 anos, Nelsinho tem em seu currículo passagens pelo Corinthians, Palmeiras e São Paulo, além de ter trabalhado em equipes internacionais na Arábia Saudita, Japão, Colômbia e Chile. Consciente das deficiências que sua nova equipe apresenta pediu a contratação de reforços e foi prontamente atendido pela diretoria. O volante Fabinho, ex-Ponte Preta, foi apresentado nesta segunda-feira ao lado do auxiliar-técnico Mauro da Silva e do preparador-físico Eduardo Batista.Na quarta-feira, Nelsinho já comanda seu primeiro jogo. O Rubro-Negro enfrenta o Ceará, na partida de ida da Copa do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.