Sem Romário, Vasco fica no empate sem gols com Americano

Com sua principal estrela, o artilheiro Romário nas cadeiras especiais de São Januário, o Vasco empatou sem gols contra o Americano, nesta quarta-feira, pela quarta rodada da Taça Rio. E entre os torcedores vascaínos a expectativa passou a ser o clássico de domingo contra o Botafogo, quando o atacante, que está a um gol do milésimo na carreira, tentará atingir a marca histórica.?Estou concentrado, ansioso e nervoso. Sinto algo parecido com o dia da decisão da Copa do Mundo de 1994, contra a Itália?, disse Romário, que assistiu à partida nas cadeiras especiais de São Januário, acompanhado por amigos. Ele não atuou porque deseja ter o Maracanã como palco para o milésimo gol, a exemplo de Pelé.E o que Romário viu em campo, com certeza, não agradou. O Vasco teve um desempenho fraco no primeiro tempo, apesar de ter iniciado a partida pressionando o Americano. Somente o atacante Leandro Amaral tentou escapar do marasmo vascaíno.Na etapa final, o Vasco levou ao desespero os 712 torcedores que pagaram ingresso. Com problemas para criar as jogadas ofensivas, além de não atacar o time de São Januário cedeu vários contra-ataques para o adversário. Em um deles, o meia Gugu cobrou uma falta na trave e, em outro, o goleiro Cássio defendeu a bola nos pés do atacante Pardal, que entrou livre na área.Leandro Amaral, aos 35 minutos, em uma bola de cabeça teve a única boa oportunidade de gol para o Vasco anulada pelo goleiro Jefferson. Como consolo para os vascaínos restou a permanência na liderança isolada do Grupo B, com dez pontos. Um ponto de vantagem para o segundo colocado, o Friburguense.Outros resultados - O Madureira derrotou o Nova Iguaçu, por 3 a 0, em Mesquita; e o Friburguense venceu o Cabofriense, em Cabo Frio, por 2 a 1.VASCO 0 X 0 AMERICANOVasco - Cássio; Wagner Diniz (Ernane), Jorge Luís, Júlio Santos e Sandro; Amaral (Renato), Roberto Lopes, Abedi e Morais (Conca), André Dias e Leandro Amaral. Técnico: Renato Gaúcho.Americano - Jefferson; Fabão, Anderson e Gil; Fabinho, Índio, Kim (Diogo), Pirão, Carlos Eduardo (Gugu) e Nilberto; Pardal (Sandro Silva). Técnico: Valter Ferreira.Cartões amarelos - Amaral, Cássio, Sandro, Conca e Renato (Vasco); Índio, Jefferson, Gugu, Fabão, Nilberto e Anderson (Americano). Árbitro - Marcelo Venito Pacheco. Renda - R$ 7.340,00. Público - 712 torcedores. Local - Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.