Sem Romário, Vasco vence Fluminense

Em clássico morno, o Vasco acabou com a invencibilidade do Fluminense, neste ano, ao ganhar por 2 a 0, neste domingo, no Maracanã, da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Com o resultado, o time vascaíno se recuperou no primeiro turno, se igualando ao Tricolor na liderança do Grupo B, com nove pontos. Agora, ambas as equipes precisam de vitórias na rodada final para garantir a classificação às semifinais.Com os seus jogadores aparentando cansaço, o Fluminense não repetiu as boas atuações desse início de temporada. O principal motivo para a queda de rendimento do Tricolor foi a apatia de Asprilla, que chegou a perder um pênalti.Embora desfalcado de sua estrela Romário, o Vasco soube aproveitar as falhas do adversário. Sem ser brilhante, o time vascaíno ainda foi beneficiado pela expulsão do zagueiro César, ainda no primeiro tempo.Antes de ser expulso, ao receber o segundo cartão amarelo, César se apoiou em Henrique, em lance que o juiz Léo Feldman marcou pênalti.Aos 33 minutos, Euller cobrou a penalidade na trave e Pedrinho, que invadiu a área, marcou o gol no rebote. O árbitro não viu a irregularidade e validou o gol.Nos minutos finais da primeira etapa, Feldman, que não acompanhava os lances de perto, marcou um novo pênalti, quando Torres derrubou Agnaldo.Asprilla cobrou de forma displiscente e Hélton defendeu. No rebote, Roni não conseguiu ser eficiente como Pedrinho e perdeu a chance de empatar.O Fluminense continuou lento no segundo tempo, especialmente Asprilla, que foi substituído e vaiado pela torcida. Com um jogador a menos, a equipe tricolor deixava espaços na sua defesa. Em um contra-ataque rápido, iniciado por Pedrinho, o Vasco aumentou. Aos 20 minutos, Euller recebeu livre na frente e fez um belo gol, ao encobrir o goleiro Murilo.Até o fim da partida, o Fluminense ainda tentou reagir, mas os seus jogadores de frente não estavam em dia inspirado. O Vasco tocava a bola e esperava o término do jogo, com o resultado que lhe interessava.Depois de ganhar o Cabofriense, o Madureira, com sete pontos, ainda têm chances de conseguir uma das duas vagas do Grupo B. Para isso, depende de tropeços do Fluminense e Vasco na rodada final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.