Sem Ronaldo, Corinthians 'normal' pega o Santo André

Com Jorge Henrique e Dentinho no ataque, time alvinegro tentará parar a boa equipe do ABC, às 16 horas

Martín Fernandez, Jornal da Tarde

14 de março de 2009 | 20h50

Sérgio Neves/AE

Jogadores do Corinthians em exercício no treino da véspera do jogo deste domingo, no Parque Ecológico

SÃO PAULO - Neste domingo o Corinthians voltará a ser um time normal. Sem Ronaldo, poupado, o time alvinegro irá ao ABC para enfrentar o Santo André, às 16 horas, no Estádio Bruno José Daniel. A comissão técnica decidiu preservar o Fenômeno para o clássico contra o Santos, no próximo domingo, no Pacaembu.

Veja também:

link Ronaldo diz que não quer mais jogar no futebol europeu

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O jogo terá transmissão online do estadao.com.br e ao vivo na rádio Eldorado/ESPN (AM 700 e FM 107,3).

Nos últimos dois jogos - empate por 1 a 1 no clássico contra o Palmeiras e vitória por 2 a 1 sobre o São Caetano -, o camisa nove não foi apenas o centro das atenções. Foi também decisivo, ao marcar dois gols.

Agora, o Corinthians terá de se virar sem o astro. E Mano Menezes não sabe como escalar o ataque. "Tenho dúvidas se mantenho um atacante de referência, mais fixo, ou se coloco dois de velocidade, para abrir o jogo."

 SANTO ANDRÉ
Neneca; Cicinho, Cesinha, Vinicius e Élvis; Fernando, Dirceu, Chiquinho e Ricardo Goulart (Marcelinho); Pablo Escobar e Júnior Dutra.
Técnico: Sérgio Guedes
 CORINTHIANS
Felipe; Fabinho, Chicão, William e André Santos; Cristian, Túlio, Boquita e Douglas; Jorge Henrique e Dentinho (Souza).
Técnico: Mano Menezes
Árbitro: Wilson Luiz Seneme

Estádio: Bruno José Daniel, em Santo André (SP)

Horário: 16 horas

Rádio: Eldorado/ESPN - AM 700/FM 107,3

TV: Globo e Band

O substituto natural de Ronaldo é Souza, que não passa por boa fase. O camisa 50 fez apenas um gol no Paulistão - converteu um pênalti que Chicão, o cobrador oficial, abriu mão de bater. E isso foi há mais de um mês, na vitória por 4 a 1 sobre o Oeste.

Por isso, Mano cogita escalar Jorge Henrique e Dentinho na frente. "Já tivemos dificuldades com as duas opções", desconversou Mano, tentando fazer mistério. O técnico já testou o ataque sem centroavante em três jogos. Colheu uma vitória sobre o Noroeste (2 a 0) e empates por 1 a 1 diante de São Paulo e Marília.

Para o capitão William, o time não deve jogar em função de Ronaldo. "O futebol é um esporte coletivo e quem estiver melhor vai se destacar", comentou.

O Corinthians tem o segundo melhor ataque da competição, com 25 gols anotados em 13 jogos. Perde apenas para o líder Palmeiras (30, em 13 partidas).

Com a vitória sobre o Mogi Mirim na última rodada, o Santo André conseguiu ultrapassar o Santos e se instalar na zona de classificação para as semifinais, em quarto lugar. Por isso, Mano não economizou nos elogios ao adversário de hoje. "O Santo André é um time grande, de primeira divisão, e vem jogando de maneira muito equilibrada", comentou o treinador.

Além de tirar pontos de um adversário direto - a distância entre os times é de apenas quatro pontos -, uma vitória também servirá para não deixar o Palmeiras escapar na liderança.

DESFALQUES

As dificuldades para escalar o time não ficam apenas no ataque. O volante Elias, apontado pela diretoria como o melhor jogador do time no ano, está machucado e será substituído por Túlio. O lateral-direito Alessandro ainda não está totalmente recuperado de uma lesão muscular e, por isso, Fabinho continuará improvisado por ali.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.