Jose Jordan/AFP
Jose Jordan/AFP

Sem Sánchez e Medel, Chile bate Guiné em amistoso e encerra jejum

Vitória após sete jogos foi por 3 a 2, na cidade de Alicante, na Espanha

Redação, Estadão Conteúdo

15 de outubro de 2019 | 17h19

Sem o astro Alexis Sánchez e o capitão Gary Medel, ambos machucados, o Chile superou Guiné por 3 a 2, em amistoso disputado nesta terça-feira na cidade de Alicante, na Espanha. Com o resultado, o time do técnico Reinaldo Rueda volta a vencer após sete jogos.

A partida foi marcada pelo grande domínio territorial e de posse de bola da seleção chilena e pela eficiência ofensiva de rival, que finalizou duas vezes e fez dois gols. Depois de desperdiçar várias oportunidades, o Chile viu o adversário africano abrir o placar, aos 38 minutos de jogo, com uma bonita e bem colocada finalização de Ibrahim Conté.

O Chile não diminuiu o ritmo na segunda etapa e buscou a virada. Aos 18 minutos, Jean Meneses pegou rebote do goleiro para empatar. Aos 26, Felipe Mora colocou os sul-americanos em vantagem, após um voleio meio sem jeito.

Mas ainda havia tempo para o gol do melhor jogador em campo. Incansável, o experiente Arturo Vidal bateu muito bem um pênalti e fez 3 a 1 para os chilenos. Em raro avanço de Guiné, Ibrahima Camara diminuiu para a seleção africana, em mais um belo chute.

Os dois últimos compromissos da seleção comandada por Rueda estão marcados para novembro. No dia 15, o adversário será o Peru, em Lima. Quatro dias depois, a rival será a Bolívia, em Concepción, no sul chileno.

Em outro amistoso entre seleções já encerrado nesta terça-feira, a Dinamarca goleou Luxemburgo por 4 a 0, em casa, na cidade de Aalborg. Martin Braithwaite abriu o placar, aos 13 minutos de jogo. Kasper Dolberg fez mais dois: um aos 21 e outro aos 14 da segunda etapa. Christian Gytkjaer, aos 22 do segundo tempo, finalizou a goleada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.