Sem Shevchenko, seleção ucraniana procura Redknapp

O atacante recentemente aposentado afirmou que não se sente preparado para o desafio

AE-AP, Agência Estado

20 de novembro de 2012 | 15h33

KIEV - Depois da recusa de Andriy Shevchenko para assumir o cargo, a Federação de Futebol da Ucrânia busca agora um novo treinador para a seleção ucraniana. O escolhido é o inglês Harry Redknapp, com quem os dirigentes do país já abriram negociações.

Ídolo do futebol ucraniano, o ex-atacante Shevchenko recusou na segunda-feira o convite para virar treinador da seleção do país. Ele explicou que assumir o cargo seria "um passo apressado" para quem acabou de encerrar a carreira de jogador.

O cargo de treinador da seleção ucraniana está vago desde o mês de setembro, quando Oleh Blokhin pediu demissão para focar exclusivamente em seu trabalho no Dínamo de Kiev. Agora, Redknapp passou a ser o favorito para ocupar a posição.

Com 65 anos, Redknapp trabalhou como técnico do Tottenham entre 2008 e 2012. Recentemente, ele chegou a ser apontado como favorito para substituir o italiano Fabio Capello no comando da seleção inglesa, mas perdeu o cargo para Roy Hodgson.

Segundo Mykhailo Fomenko, dirigente responsável pela contratação do técnico da seleção ucraniana, Redknapp tem "experiência, talento e habilidade para motivar os jogadores" e é "um dos melhores treinadores ingleses na ativa".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.