Sem temer Blatter, Champagne reitera candidatura à Fifa

Apesar da candidatura quase certa de Joseph Blatter - ainda não oficializada - para nova reeleição na presidência da Fifa, o francês Jérôme Champagne garantiu nesta sexta-feira que ainda assim participará do pleito marcado para maio de 2015. O favoritismo do suíço, que está no cargo desde 1998, não assusta seu rival na disputa.

AE-AP, Agência Estado

30 de maio de 2014 | 15h28

"Uma eleição é uma eleição. Temos visto muita gente que não é favorita correndo por fora, mas que às vezes vence", afirmou Champagne, que entende que só o fato de haver concorrência já é um fator positivo. "Necessitamos de mais de um candidato, de mais de um ponto de vista", argumentou o ex-diretor internacional de relações da Fifa, onde trabalhou entre 1999 e 2010.

Candidato único em 2011, Sepp Blatter foi eleito na ocasião para seu quarto mandado de presidente da Fifa. O suíço é dirigente da entidade desde 1975 e substituiu João Havelange no cargo após 24 anos do brasileiro à frente da organização máxima do futebol.

Blatter disse, em entrevista publicada no site da Fifa nesta sexta-feira, que ainda não decidiu se concorrerá a mais quatro anos de mandato, mas sua desistência desta disputa é improvável. Outro possível candidato é o francês Michel Platini, mas o ex-jogador - hoje presidente da Uefa - só deve participar desta eleição no caso da ausência de Blatter.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.