Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Sem tempo para ajustes em treino, Santos encara o Vasco na Vila Belmiro

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2020 | 05h00

Sem tempo para lamentar as últimas duas derrotas no Campeonato Brasileiro e com apenas um treino com a presença dos titulares para corrigir os erros e fazer ajustes, o Santos enfrenta o Vasco nesta quarta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, em duelo válido pela sétima rodada.

Os últimos reveses para Palmeiras e Flamengo, por 2 a 1 e 1 a 0, respectivamente, deixaram o Santos na décima colocação do Brasileirão, com sete pontos. No domingo passado, o time da Vila Belmiro até jogou um bom futebol em alguns momentos, com intensidade e agressividade, mas cometeu muitos erros e foi ineficiente no ataque. Chegou a marcar dois gols, mas ambos foram anulados com o auxílio do VAR.

"Temos pouco tempo, mas estamos conseguindo melhorar a equipe. Temos de levantar a cabeça porque já tem outra decisão novamente na nossa casa. Não podemos dar espaço para lamentações", disse Raniel, um dos destaques contra o Flamengo. Ele deve ser mantido na equipe titular por Cuca, que o elogiou. Foi o treinador, inclusive, que pediu a contratação do jogador quando treinava o São Paulo, no ano passado.

Outro jogador que tem se destacado, apesar dos resultados negativos recentes, é o zagueiro Luan Peres, único defensor que atuou em todas as partidas do campeonato e não cometeu nenhuma falta.

"Feliz com esse momento que vivo no Santos. Trabalho diariamente para aprimorar a precisão nos desarmes e não ter cometido nenhuma falta até aqui é um resultado disso. Espero seguir evoluindo com esta camisa para que possamos buscar grandes coisas na temporada", ressaltou Peres, zagueiro que mais bloqueou chutes neste Brasileirão (oito) e o segundo com mais cortes defensivos (32).

Cuca teve apenas um treinamento com a presença dos titulares para preparar a equipe que vai levar a campo. O volante Alison, que cumpriu suspensão na última partida, volta a ficar à disposição. Marinho passou em branco nos últimos dois jogos, mas segue como a aposta para a equipe voltar a triunfar.

DESFALQUES

Depois de ficar quatro jogos sem perder, sendo três vitórias consecutivas, o Vasco viu cair sua invencibilidade no clássico no Maracanã ao levar 2 a 1 do Fluminense, estacionou nos dez pontos e caiu para o terceiro lugar. O objetivo é voltar à vice-liderança, já que não é possível alcançar nesta rodada o líder Internacional, que soma 15 pontos.

O técnico Ramon Menezes tem uma lista longa de problemas para escalar o time. A começar pela zaga, setor que deve ser formado por dois jovens reservas: Miranda e Ulisses. Eles substituem Ricardo Graça, diagnosticado com covid-19, e o capitão Leandro Castán, que deve ser poupado.

Werley e Breno seriam as opções imediatas, mas os dois também testaram positivo para o coronavírus e foram afastados. Além dos zagueiros, o volante Bruno Gomes e o atacante Vinícius estão isolados desde a semana passada depois de também terem sido diagnosticados com o doença.

Com os novos casos, o Vasco soma seis jogadores que testaram positivo para o vírus desde o início do Campeonato Brasileiro. Além dos citados, Bruno César foi infectado antes da primeira rodada.

O outro desfalque é o atacante Talles Magno, que cumpre suspensão por ter sido expulso contra o Fluminense e deve ser substituído pelo jovem Ygor Catatau. A boa notícia para o técnico Ramon é o retorno do volante Andrey.

FICHA TÉCNICA

Santos: João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho, Raniel e Soteldo. Técnico: Cuca.

Vasco: Fernando Miguel, Pikachu, Miranda, Marcelo Alves (Ulisses), Henrique; Andrey, Fellipe Bastos, Juninho, Bruno César, Benítez e Martín Cano. Técnico: Ramon Menezes. 

Juiz: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC). 

Local: Vila Belmiro. 

Horário: 21h30. 

Na TV: Pay-per-view.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.