Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Sem tempo para relaxar, Cruzeiro 'desliga' do River e já pensa no Athletico-PR

Apesar de estar na zona de rebaixamento no Brasileiro, Mano Menezes deve poupar alguns jogadores para o jogo de volta da Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

25 de julho de 2019 | 16h46

O time do Cruzeiro não tem tempo para relaxar. Depois do empate sem gols diante do River Plate, na última terça-feira, em Buenos Aires, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, a equipe do técnico Mano Menezes voltou aos treinamentos nesta quinta-feira, depois de um dia de folga, visando o confronto contra o Atlhetico-PR, neste sábado, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Mano Menezes deve poupar alguns jogadores, pois o time vai ter uma "decisão" na próxima terça-feira, quando vai precisar vencer o River Plate para obter uma vaga nas quartas de final da competição sul-americana. O descanso só não poderá ser total, pois no torneio nacional o elenco mineiro flerta com a zona do rebaixamento. É o 16.º colocado com 10 pontos, apenas um à frente do Fluminense, o primeiro na degola.

Nesta quinta-feira, os jogadores que atuaram diante do River Plate fizeram uma atividade regenerativa na academia, enquanto que os demais atletas foram a campo e tiveram a orientação de Mano Menezes. A novidade foi a presença do lateral-direito Edilson, que se recupera de uma lesão na panturrilha direita e fez fisioterapia no gramado.

O atacante David, um dos cotados para enfrentar o Athletico-PR, demonstrou confiança e falou da importância da partida. "A gente sabe que precisa vencer. Trabalhamos firme para isso. Sou atacante, preciso de gols, me cobro muito. O Mano agora vem me dando sequência, espero evoluir cada dia mais", afirmou.

O atleta exigiu a vitória no Mineirão. "Temos de fazer o resultado. Contra o Bahia, na minha opinião, foram dois pontos perdidos (empate), pelo elenco que temos. Sábado temos outra oportunidade, dentro de casa", comentou o atacante.

Sobre o adversário, que também está na disputa das mesmas competições que o Cruzeiro (Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão), David espera um jogo complicado. "Sabemos do nosso foco, eles também estão focados na Libertadores. São campeonatos diferentes, mas nós precisamos dessa vitória", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.