Michel Euler/AP
Michel Euler/AP

Sem Thiago Silva, PSG aproveita arbitragem ruim e vence o Lens

Zagueiro brasileiro tinha a volta aguardada para a partida, mas fica de fora em jogo que termina 3 a 1 para a equipe parisiense

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2014 | 17h41

Árbitro Fifa, Nicolás Rainville teve uma péssima atuação nesta sexta-feira e foi o protagonista da vitória do Paris Saint-Germain sobre o Lens, por 3 a 1, no Stade de France, onde a equipe de Lens resolveu mandar o jogo. Thiago Silva, que tinha sua volta prevista para este jogo, não ficou nem no banco.

Outro brasileiro, Maxwell brilhou. Coulibaly abriu o placar aos 10 minutos, mas depois o lateral resolveu. Aos 28 minutos, fez boa jogada pela esquerda e rolou para Cabaye bater da entrada da área e empatar. Cinco minutos depois, o lateral aproveitou saída precipitada do goleiro e bateu por cobertura, fazendo lindo gol.

As confusões do árbitro marcaram o segundo tempo. Aos 8 minutos ele marcou um pênalti polêmico de Gbamin sobre Cavani e expulsou o zagueiro, que recebeu o segundo amarelo. O uruguaio converteu a cobrança e fez 3 a 1.

Na comemoração, fez gesto como se soltasse uma flecha, recebendo cartão amarelo. O uruguaio não entendeu e questionou o árbitro, batendo no braço do mesmo. Rainville não teve dúvida e deu o vermelho, para a surpresa de todos.

Tentando consertar o erro, o árbitro, três minutos depois, ainda expulsou Le Moigne, que deu um empurrão em Cabaye na área, também em longe que não merecia cartão amarelo. Em seis minutos, incríveis três vermelhos sem que o jogo tivesse nenhuma briga ou jogada violenta.

Com a vitória pela 10.ª rodada, o PSG foi aos 18 pontos, contra 17 do Bordeaux, agora terceiro colocado, que ainda joga na rodada. A liderança é do Olympique de Marselha, com 22 pontos em 24 possíveis. O Lens, com oito, está na zona de rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.