Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Diego Pituca destaca força defensiva do Santos, que não sofre gol há quatro jogos

Equipe enfrenta o Ceará nesta quinta-feira, às 19h15, na Vila Belmiro, pela 26ª rodada do Brasileirão

Redação, Estadao Conteudo

17 de outubro de 2019 | 13h02

Depois de ficar sem tomar gols em seus últimos quatro jogos no Campeonato Brasileiro, o Santos voltará a colocar à prova a força do seu sistema defensivo nesta quinta-feira, quando receberá o Ceará, às 19h15, na Vila Belmiro, pela 26ª rodada da competição.

A última vez que a equipe comandada por Jorge Sampaoli teve o seu goleiro vazado foi em 26 de setembro, no empate por 1 a 1 com o Fluminense, no Maracanã, onde um gol contra de Lucas Veríssimo assegurou a igualdade no placar para o oponente carioca em duelo válido pela 21ª jornada do torneio nacional.

Depois deste duelo no Rio, o time santista acumulou vitórias sobre CSA (2 a 0), Vasco (1 a 0) e Palmeiras (2 a 0) e no último domingo ficou no 0 a 0 com o Internacional, no Beira-Rio, em Porto Alegre. "Isso (essa sequência) é importante. Mostra que a nossa defesa está bem posicionada e que estamos treinando bem. Isso também mostra que estamos mais perto de ganhar a partida se não tomarmos gol. É muito importante para a equipe", afirmou o volante Diego Pituca, em declarações reproduzidas pelo site oficial do Santos.

E um triunfo sobre o Ceará nesta quinta-feira é fundamental para o time continuar sonhando com a busca da ponta do Brasileirão, hoje bastante distante do clube alvinegro, terceiro colocado da tabela e 13 pontos atrás do líder Flamengo. No primeira metade da competição, a equipe santista superou o rival cearense por 1 a 0, em Fortaleza, mas o triunfo fora de casa não faz os comandados de Sampaoli acreditarem que terão facilidade para voltar a derrotar o adversário.

"Sabemos que será um jogo muito difícil, o Ceará tem uma equipe forte. Ganhamos lá no primeiro turno, mas foi um jogo muito truncado. Mas, se Deus quiser, na Vila Belmiro, com o apoio dos nossos torcedores e impondo nosso ritmo, sairemos com os três pontos", projetou Pituca.

Com 48 pontos, o Santos também jogará nesta quinta-feira para reduzir a vantagem do vice-líder Palmeiras, que passou a contabilizar 53 ao bater a Chapecoense por 1 a 0, na noite da última quarta, no Allianz Parque, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.