Sem treinador, Ponte Preta aposta no interino Zé Sérgio

A Ponte Preta não tem pressa para definir o substituto de Gilson Kleina, agora no Palmeiras. Apesar de o Campeonato Brasileiro estar na reta final, o time de Campinas deve aguardar até a próxima segunda-feira para anunciar seu novo substituto. Enquanto isso, a função fica com o treinador do time sub-20, o ex-ponta do São Paulo na década de 80, Zé Sérgio, primo de Roberto Rivelino.

AE, Agência Estado

20 de setembro de 2012 | 20h53

O interino já terá a missão de comandar o time campineiro contra o Vasco, neste domingo, em casa. Zé Sérgio diz que não esperava esta situação, já que chegou ao clube há pouco mais de um mês. "São coisas do futebol. Vamos encaixar esses dias para administrar o que o Gilson (Kleina) fez", pontuou.

Embora a diretoria não confirme, tudo indica que Guto Ferreira, do Mogi Mirim, seja o nome anunciado na próxima segunda. O prazo coincide com a possível despedida do treinador no Mogi Mirim, que faz o jogo de volta contra o Cianorte-PR, pela Série D do Brasileiro. Só há dois resultados para o time paulista: o acesso ou a eliminação. No primeiro jogo, em casa, o Mogi Mirim perdeu por 2 a 1. Agora vai atuar no Paraná.

Outros nomes também são especulados no estádio Moisés Lucarelli, mas com menos força. Entre os principais estão Paulo César Gusmão, do Ceará, e o ex-lateral da seleção brasileira Branco, atualmente desempregado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaZé Sérgio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.