Kai Pfaffenbach/ Reuters
Kai Pfaffenbach/ Reuters

Sem TV aberta, Liga dos Campeões terá transmissão pelo Facebook

Veja que horas e como assistir as partidas da principal competição de clubes do Mundo

Renan Fernandes, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2018 | 17h52

Além das grandes contratações, a temporada da Liga dos Campeões (Champions League) terá uma novidade nas transmissões para o público brasileiro. Depois de várias décadas acompanhando as partidas nas mais diversas emissoras de TV aberta (Manchete, RedeTV!, Band, Record e Globo), os amantes da principal competição de clubes do mundo terão de recorrer ao Facebook para assistir aos jogos da temporada 2018/2019 sem gastar dinheiro.

A gigante das redes sociais e a Turner venceram licitação pelos direitos televisivos do torneio para o triênio 2018/2019 a 2021/2022. O conglomerado de mídia dos EUA já confirmou que os canais TNT e Space vão manter as partidas na TV fechada - antes Esporte Interativo. 

Responsável pela transmissão em TV aberta desde a temporada 2009/10, a Globo decidiu não entrar na concorrência. “O Grupo Globo reconhece a Liga dos Campeões como uma bela propriedade, mas, no momento, em meio a tantas outras decisões de investimento, especialmente no Futebol Nacional e Sul-Americano, optou por ficar fora nesse ciclo”, informou. 

Depois de ter seu fim anunciado como canal de TV, o Esporte Interativo, da Turner, vai usar a força de sua página no Facebook para passar jogos exclusivos. Na primeira rodada, por exemplo, terá como atrações as estreias de Barça e Real Madrid

Veja quando e como assistir as partidas da Liga dos Campeões nesta terça-feira

13h55 - Barcelona x PSV - Facebook do Esporte Interativo

13h55 - Inter x Tottenham - TNT e Facebook do Esporte Interativo

16h00 - Monaco x Atletico de Madrid - Facebook do Esporte Interativo

16h00 - Liverpool x Paris Saint-Germain - TNT

16h00 - Schalke 04 x Porto - Space

Tricampeonato reforça domínio do Real Madrid

Com o tricampeonato da Liga dos Campeões conquistado na edição passada, o Real Madrid quebrou uma marca que durava mais de 40 anos. Desde os títulos conquistados pelo Bayern de Munique nos torneios de 1974/75/76, uma equipe não faturava a competição três temporadas seguidas. A série do Real começou em 2015/16, sempre se valendo de elencos recheados de grandes jogadores e regularidade de Cristiano Ronaldo, que nesse período nunca ficou atrás na disputa do melhor jogador do mundo, ora vencendo, ora perdendo para Lionel Messi.

Na primeira da série seguida de decisões e conquistas, contra o Atlético de Madrid, rival da capital espanhola, Sérgio Ramos abriu o placar aos 15 minutos de jogo. Griezmann teve a chance empatar com pênalti no início da segunda etapa, mas desperdiçou. Ainda assim, o Atlético chegou à igualdade com Carrasco, ao 34 do segundo tempo. A partida foi para os pênaltis e o Real Madrid ganhou por 5 a 3 - coube a Cristiano Ronaldo bater o último tiro. 

Em 2016-17, a final foi contra a Juventus, time que contratou Cristiano Ronaldo. E foi dele o primeiro gol aos 20 de jogo. Mandzukic empatou, mas o Real era mais time e fez 4 a 1 para ficar com a taça - Casemiro fez um dos gols. E na última edição, contra o Liverpool, o time espanhol contou com falhas do goleiro Karius em dois gols.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.