Sem vaga, Marcelo Mattos valoriza empate do Botafogo

O Botafogo não teve a estreia que gostaria na Copa do Brasil ao ficar no 0 a 0 com o modesto Sobradinho, na última quarta-feira à noite, na cidade-satélite do Gama, no Distrito Federal. O time espera poder vencer por pelo menos dois gols para avançar por antecipação à segunda fase da competição, mas o resultado acabou sendo valorizado por alguns jogadores, como foi o caso do volante Marcelo Mattos.

AE, Agência Estado

18 de abril de 2013 | 10h53

O atleta admitiu que faltou mais criatividade e poder ofensivo aos botafoguenses, mas ressaltou que foi importante tão ter sofrido gols. "O goleiro (Donizete, do Sobradinho) esteve muito bem, a equipe deles conseguiu segurar a gente também até no relógio, no tempo, infelizmente não fizemos gols, mas também não tomamos. Agora é segurar no Rio, não tomar gols, e tenho certeza de que nós vamos fazer gols", disse.

Marcelo Mattos também não viu certo relaxamento da equipe, que realiza grande campanha no Campeonato Carioca, no qual tem a chance de se sagrar campeão caso fique com o título da Taça Rio. "Tivemos chances, jogamos da mesma maneira que vínhamos jogando, com seriedade, sabemos que no Brasil não tem mais time bobo. Encontramos dificuldades para fazer o gol, mas não tivemos nenhuma chance claríssima de gol", reconheceu.

Já o atacante Vitinho ressaltou que a equipe botafoguense ficou devendo na parte ofensiva. "Faltou caprichar um pouquinho na finalização e o time dos caras dificultou bastante, ficando muito atrás, mas vamos trabalhar para na próxima quarta-feira ganharmos o jogo de volta", projetou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.