Divulgação
Divulgação

Sem vencer no 2º turno, Chapecoense demite Vinícius Eutrópio

Técnico deixa a equipe após 49 jogos, 21 vitórias e 16 derrotas

Estadão Conteúdo

14 de setembro de 2015 | 10h56

A má fase da Chapecoense neste segundo turno do Campeonato Brasileiro fez a diretoria agir, e, como de costume, sobrou para o técnico. Nesta segunda-feira pela manhã, um dia após a derrota por 3 a 1 para o Flamengo em casa, o clube catarinense anunciou a demissão de Vinícius Eutrópio.

O treinador estava no comando da equipe desde o início do ano, levou a Chapecoense à campanha que terminou na segunda fase do Campeonato Catarinense e a deixa na 13ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 30 pontos, apenas três acima da zona de rebaixamento. Eutrópio deixa a equipe após 49 jogos, 21 vitórias, 12 empates e 16 derrotas. Seu auxiliar, Marcos Benatto, também foi dispensado.

Depois de um bom primeiro turno, a Chapecoense tem patinado nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Já são seis partidas sem vencer - o último triunfo aconteceu na 19ª rodada, contra o Atlético-MG - e até a Arena Condá, que era a principal força do time, já não coloca mais medo nos adversários. Se no primeiro turno os catarinenses tiveram apenas uma derrota em casa, no segundo já acumulam duas.

A diretoria da Chapecoense ainda não se pronunciou sobre o substituto de Vinícius Eutrópio, mas já teria um nome bastante próximo do acerto. Na quinta-feira, a equipe tenta a recuperação diante do São Paulo, no Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.