Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Sem Viña, Palmeiras deve improvisar ou lançar garoto na lateral nos próximos jogos

Convocação para as Eliminatórias e lesão afetam a escalação do time de Vanderlei Luxemburgo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

05 de outubro de 2020 | 05h00

O técnico Vanderlei Luxemburgo inicia a semana em clima de paz após voltar a vencer no Campeonato Brasileiro - derrotou o Ceará por 2 a 1. Mas não terá muito tempo para comemorar. O time não tem lateral-esquerdo para os jogos contra Botafogo, São Paulo e Coritiba. Matías Viña, titular da posição, foi convocado para defender a seleção do Uruguai para os jogos contra o Chile, dia 8, e Equador, dia 13, válidos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Assim, a opção de Luxa é apostar em alguém improvisado ou em um garoto da base, que nunca jogou no time principal.

A opção mais provável da base é o jovem Renan Victor, de 18 anos, que tem treinado com o time principal e chegou a ficar no banco de reservas contra o Ceará. Poucos jogadores do atual elenco já atuaram na lateral-esquerda. Uma das opções é Gustavo Scarpa, que chegou a jogar no setor em início de carreira. 

O reserva imediato de Viña era Lucas Esteves, mas o jogador sofreu lesão na coxa direita e não volta tão cedo. Vale lembrar que Diogo Barbosa, outro que poderia ser opção, foi negociado com o Grêmio. 

Além de Viña, o zagueiro Gustavo Gómez também está fora dos próximos jogos, convocado para a seleção paraguaia. Em seu lugar, entra Luan. O goleiro Weverton e o meia Gabriel Menino serão desfalques porque foram convocados por Tite para defender a seleção brasileira.

Tudo o que sabemos sobre:
Palmeirasfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.