Divulgação/São Bento
Divulgação/São Bento

Sem vitória, São Bento demite o técnico Edson Vieira: 'Saio de cabeça erguida'

Empate com o São Caetano sela a despedida do treinador, que foi o responsável pelo acesso do time no ano passado

Redação, Estadão Conteúdo

20 de abril de 2021 | 12h53

O São Bento, após o seu oitavo jogo sem vitória no Campeonato Paulista - empate por 1 a 1 com o São Caetano, na segunda-feira, em partida da sexta rodada -, demitiu o técnico Edson Vieira nesta terça. O treinador foi o responsável pelo acesso do clube de Sorocaba (SP) na Série A2 no ano passado.

"O time não ganha. São oito jogos. Estou há mais de um ano no clube, são 15 meses. O time não passou vergonha contra os grandes, mas a bola não entra. O São Bento era para estar com oito, 10 pontos. A diretoria tem todo o direito de trocar. Saio de cabeça erguida. Tenho história neste clube, amor. Só tenho a agradecer", disse o treinador.

O São Bento amarga a lanterna do Grupo B com cinco pontos - cinco empates e três derrotas. Na classificação geral, que determina o rebaixamento, o clube de Sorocaba ocupa a 14.ª e antepenúltima posição, com dois pontos a mais do que a vice-lanterna Inter de Limeira.

"Não quero que o São Bento caia. O São Bento pode dar uma mexida com o novo técnico. Acho que dá para ganhar. Era para ter ganho do Corinthians. O São Bento tem dificuldade para fazer gol. Para você ter uma ideia, contratamos quatro atacantes e eles não vieram. Teve um que fomos até Viracopos (aeroporto em Campinas) e ele não apareceu. São coisas do futebol. Os jogadores querem contrato de um ano", explicou Edson Vieira.

O São Bento terá seis dias até um novo desafio e até mesmo para achar um novo técnico. O time do interior voltará a campo no próximo dia 26, quando receberá o Novorizontino, em Sorocaba, pela oitava rodada. "O São Bento ganhando dois jogos, acredito eu, se livra do rebaixamento. Está tudo muito nivelado ali embaixo. É um campeonato duro. Cada ponto vale ouro", finalizou Edson Vieira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.