Sem Wallyson, Geninho pode mudar esquema tático

Sem boas opções para o ataque do Atlético Paranaense, o técnico Geninho poderá alterar o esquema tático do time para o confronto com o Flamengo, domingo, no Maracanã.

AE, Agencia Estado

28 de maio de 2009 | 20h55

Geninho perdeu o atacante Wallyson, que se machucou nesta semana e ficará longe dos gramados por um mês. Assim, tem como opções de ataque, ao lado de Rafael Moura, os jovens Kamali e Patrick, promovidos recentemente à equipe principal.

A melhor solução para a posição é o meia Wesley, que também atua como atacante. Nesse caso, o treinador poderá retornar ao 3-5-2 e escalar Rhodolfo novamente na zaga. Geninho deixou de utilizar esse esquema na partida com o Náutico no final de semana.

A falta de atacantes no Atlético se deve às dispensas do clube pouco antes do início do Brasileirão. O time negociou Lima, Jorge Preá e Júlio César, após conquistar o Campeonato Paranaense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.