Ricardo Duarte / S. C. Internacional
Ricardo Duarte / S. C. Internacional

Sem zaga titular, Inter visita Corinthians e mira superar retrospecto ruim

Odair Hellmann terá que decidir se mantém Jonatan Álvez, em má fase, no time titular ou se dá chance a Leandro Damião

Estadão Conteúdo

23 de setembro de 2018 | 06h06

A invencibilidade e a liderança do Internacional no Campeonato Brasileiro ruíram de uma vez só na última segunda-feira, com a derrota para a Chapecoense, na Arena Condá. Em busca da recuperação, o time voltará a jogar fora de casa neste domingo, desta vez diante do Corinthians, às 16 horas, pela 26ª rodada. E com a zaga bastante desfalcada no Itaquerão.

Dono da segunda melhor defesa do Brasileirão, com apenas 15 gols sofridos em 25 jogos, e em segundo lugar no torneio, o Inter vai atuar na Arena Corinthians sem a sua dupla de zaga titular, pois Victor Cuesta está suspenso, enquanto Rodrigo Moledo se lesionou na derrota para a Chapecoense e deve ficar afastado dos gramados por cerca de um mês. E a situação preocupa Odair Hellmann.

Klaus já está confirmado como um dos titulares da zaga do Inter, mas o treinador tem outro problema. Emerson Santos ainda se recupera de uma pancada no joelho e se tornou dúvida para o confronto de domingo. E a situação levou Odair a testar a improvisação do lateral-direito Fabiano na zaga, algo que poderá ser adotado contra o Corinthians.

Mas nem só problemas o Inter tem no seu sistema defensivo. Capitão do time, o volante Rodrigo Dourado retorna ao meio-campo após não atuar contra a Chapecoense. Já o meia Nico López deixou o duelo no interior catarinense antes do fim por causa de dores, mas não preocupa para o confronto em Itaquera. "Vamos buscar os três pontos que deixamos em Chapecó. Vai ser um grande jogo, muito difícil. Vamos tentar fazer um grande jogo e tentar melhora", afirmou.

Resta, então, ao treinador definir quem vai comandar o ataque. O uruguaio Jonatan Álvez tem sido o preferido de Odair, mas não marca há seis jogos. Com esse jejum e com o treinador motivado pela pressão por mudanças após a derrota em Chapecó, Leandro Damião pode receber uma chance como titular.

Mas independentemente da escalação de Álvez ou Damião, o Inter precisará superar um retrospecto altamente negativo. Afinal, nos últimos nove jogos contra o Corinthians como visitante, o time sofreu sete derrotas e empatou duas vezes. Agora, então, tentará vencer na Arena Corinthians para mostrar que a derrota para a Chapecoense foi apenas um raro tropeço na briga pelo título do Brasileirão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.