Semifinais definidas, Brasil com ouro na ginástica e no vôlei de praia e morte no automobilismo

Confedereções terá Brasil x Uruguai na quarta-feira e Espanha x Itália, na quinta

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2013 | 08h38

SÃO PAULO - A Copa das Confederações definiu seus semifinalistas. O Brasil venceu seu terceiro jogo segundo e vai encarar o Uruguai, enquanto Espanha e Itália medem forças. Mas também teve brilho brasileiro na ginástica e no vôlei de praia, provocação no tênis, morte no automobilismo, recorde no atletismo... O resumo esportivo traz o que de melhor aconteceu no fim de semana.

COPA DAS CONFEDERAÇÕES

As semifinais da Copa das Confederações vão reunir as quatro seleções apontadas como favoritas em seus grupos. O Brasil confirmou a ponta e desafia o Uruguai, enquanto a final da Eurocopa será repetida no País com Espanha encarando a Itália. O clássico sul-americano será na quarta-feira, às 16 horas, no Mineirão. No dia seguinte, os europeus se enfrentam no mesmo horário, em Fortaleza.

BRASIL X ITÁLIA

A seleção brasileira começa a reconquistar seu torcedor. Se há pouco tempo atrás ninguém demonstrava confiança com o esquadrão nacional, agora a sintonia parece plena. Em seu terceiro jogo na Copa das Confederações, o mais difícil, diante da Itália, os comandados de Felipão se sobressaíram com boa vitória por 4 a 2, a terceira seguida no torneio. Dante, Neymar, de falta, e Fred, duas vezes, garantiram a festa em Salvador e agora a seleção enfrenta o Uruguai, quarta-feira, por vaga à final. Paulinho volta ao time, recuperado de entorse no tornozelo e motivado com a venda para o Tottenham. No outro jogo da chave, para cumprir tabela, o México fez 2 a 1 no Japão, gols de Chicharito e Okazaki.

ESPANHA X NIGÉRIA

Também com 100% de aproveitamento na competição, os espanhóis não deram chance para a Nigéria, que precisava ganhar e torcer. Melhor do mundo, a Fúria venceu por 3 a 0 e acabou com o sonho das águias. Agora, o time de Vicente del Bosque encara a Itália, rechada de desfalques.

URUGUAI X TAITI

O Uruguai fez 8 a 0, placar que precisava para não ter de torcer contra ninguém, sobre o Taiti no Recife. A frágil seleção da Oceania despede-se com 24 gols sofridos e apenas um marcado, mas com o carinho do povo brasileiro. Após mais uma surra, os taitianos resolveram agradecer o carinho do povo brasileiro e cada jogador ficou com a bandeira do País nas costas. Uma faxia, dizendo "Obrigado Brasil", foi a forma de retribuir o carinho. Eles voltam para casa sem pontos, mas com uma bela lição de vida.

TÊNIS

Promoção ou birra? Maria Sharapova e Serena Williams, que só podem se encontrar na decisão, resolveram trocar provocações antes do início de Wimbledon. A russa fez um comentário ácido e crítico no sábado sobre a norte-americana. Ela resolveu contra-atacar um artigo em que Serena fez comentários críticos, sem citar nomes, sobre uma Top 5 e seu namorado. “Se ela quer ficar com um cara que não respeita seus sentimentos, vá em frente”, disse Serena, em declaração que seria sobre a russa e o búlgaro Grigor Dimitrov. Sharapova retrucou: “Se ela quer falar sobre algo pessoal, talvez ela devesse falar sobre seu relacionamento com seu namorado, que era casado, está obtendo o divórcio e tem filhos,” disparou contra o namoro de Serena com seu treinador, Patrick Mouratoglou. Para deixar um clima ruim na competição, Serena se desculpou no domingo.

GINÁSTICA ARTÍSTICA

Arthur Zanetti, nas argolas, Diego Hypolito, no solo, e Jade Barbosa, no salto, garantiram três ouros ao Brasil, no sábado, na etapa portuguesa de Anania da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Zanetti ficou em primeiro com 5,800 pontos, deixando em segundo lugar o chinês Mingyong Yan, com 15,750. Diego Hypolito voltou a comemorar um resultado de expressão internacional depois de ter sido submetido a três cirurgias e ficado sem clube depois de ser dispensado pelo Flamengo, com 15,375 pontos, contra 15,175 do alemão Mathias Fahrig e do também brasileiro Arthur Noriano, com 15,o50, que levou o bronze. Na final do salto, Jade Barbosa brilhou ao somar 14,825 pontos, superando na final a usbeque Oksana Chusovitina, prata com 14,512. Diego Hypolito ainda levou uma medalha de bronze no salto, no domingo.

FÓRMULA INDY

A Andretti Green se destacou no GP do Iowa, com dobradinha no pódio. O canadense James Hinchcliffe venceu a corrida, seguido pelo norte-americano Ryan Hunter-Reay. O brasileiro Tony Kanaan cruzou a linha de chegada em terceiro e o compatriota Helio Castroneves, em oitavo. Com o resultado, Helinho viu sua diferença na liderança cair para apenas 9 pontos, agora para Hunter-Reay.

24 HORAS DE LE MANS

Os dinamarqueses tiveram um fim de semana de sentimentos opostos nas 24 Horas de Le Mans. No sábado, os nórdicos e também os amantes do automobilismo lamentaram a morte de Allan Simonsen, que sofreu um grave acidente na quarta volta e bateu forte no guardrail, não resistindo ao impacto. No domingo, festejaram a conquista da prova com Tom Kristensen cruzando em primeiro e não conseguindo segurar as lágrimas ao pensar no compatriota. O brasileiro Lucas Di Grassi chegou em terceiro, enquanto Bruno Senna abandonou.

ATLETISMO

O velocista jamaicano Usain Bolt anunciou no domingo que não participará do Meeting de Ostrava, na República Checa, na quinta-feira. O atleta se desculpou e disse que precisava continuar treinando em seu país. Bolt anda preocupado com o americano Tyson Gay, de quem perdeu recentemente e que neste domingo bateu sua marca do ano nos 200m. Gay cravou 19s74 nas seletivas americanas para o Mundial de Moscou.

VÔLEI DE PRAIA

As brasileiras Taiana e Talita, líderes do ranking, estão se destacando no circuito mundial de Vôlei de Praia deste ano. Neste domingo, elas conquistaram o título da etapa do Grand Slam de Roma com vitória sobre as norte-americanas Ross e Kessy por 2 sets a 1, com parciais de 21/17, 19/21 e 15/12. É a terceira vitória da dupla em 2013 nos Grand Slans. Bruno Schmidt e Pedro Solberg ficaram com o bronze ao vencer o duelo brasileiro com Alison e Emanuel por 21/10 e 21/11.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.