Senado italiano aprova lei contra violência nos estádios

O Senado italiano aprovou nesta quarta-feira o decreto-lei contra a violência nos estádios elaborado pelo Governo, em resposta aos incidentes ocorridos no último dia 2 de fevereiro entre torcedores de Catania e Palermo, que resultaram na morte de um policial.O decreto, aprovado no Senado com 246 votos a favor e cinco abstenções, vai agora à Câmara dos Deputados, onde também precisa ser aprovado antes de sua aplicação.Entre as medidas do novo decreto antiviolência nos estádios há uma ampliação na duração das penas já existentes para os que cometem ou promovem atos violentos em eventos esportivos. Também inclui as normas de segurança que os estádios devem cumprir para poder sediar partidas.Além disso, quem for detido ficará na prisão por 48 horas, e não por 36, como antes. Os clubes também são proibidos de vender direta ou indiretamente pacotes de ingressos aos clubes visitantes, sendo quatro o número máximo de localidades que podem ser adquiridas por uma só pessoa para um jogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.