Senado reforça a segurança da CPI

O presidente do Senado, Ramez Tebet, determinou ao Serviço de Segurança da Casa que tome as providências necessárias para garantir a integridade física dos assessores parlamentares da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Futebol. O presidente da CPI, senador Álvaro Dias, disse que os assessores receberam ameaças anônimas. O senador paranaense informou que as fitas contendo as gravações das ameaças já foram enviadas à Polícia Federal para investigação.Tebet informou que também enviará ofício à Polícia Federal, com o discurso de Álvaro Dias anexado, reforçando a solicitação de que sejam feitas as investigações. O pedido de proteção aos assessores apresentado por Álvaro Dias constava de carta da Associação dos Servidores Legislativos do Senado Federal lida em plenário pelo senador paranaense.

Agencia Estado,

16 de outubro de 2001 | 17h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.