Senador cassado vira "cartola amigo"

Senador cassado? Corrupto? Acusado de ter participado de um esquema de desvio de verbas? No Brasiliense, isso tudo é esquecido. Do mais alto dirigente até o massagista, passando por jogadores e atletas, todos se unem para elogiar Luiz Estevão, dono do clube que tenta desafiar o Corinthians hoje na primeira partida da final da Copa do Brasil.Estevão entrou no futebol no segundo semestre de 2000, poucos meses depois de ter se tornado o primeiro senador cassado da história, acusado de participação no esquema que desviou R$ 169 milhões das obras do Fórum Trabalhista de São Paulo. O processo tramita na Justiça e seus bens estão bloqueados.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.