Senegal terá que decidir vaga na Copa em campo neutro

Confederação Africana de Futebol afirma que punição por briga no ano passado continua valendo

AE-AP, Agência Estado

17 de setembro de 2013 | 16h25

CIRO - A seleção de Senegal terá que decidir uma vaga na Copa do Mundo de 2014 em um campo neutro contra a Costa do Marfim. A Confederação Africana de Futebol (CAF) explicou nesta terça-feira que a proibição da equipe de jogar no Estádio Leopold Senghor, em Dacar, continua valendo. Assim, esclareceu a entidade, Senegal terá que disputar a sua partida como mandante fora do país.

A CAF impôs uma suspensão em razão de confusões no estádio durante uma partida exatamente entre as seleções da Costa do Marfim e Senegal, em outubro de 2012. O duelo, válido pelas Eliminatórias da Copa Africana de Nações, precisou ser paralisado quando os marfinenses venciam por 2 a 0 porque os torcedores locais invadiram o campo, provocaram focos de incêndio e ameaçaram os fãs da seleção visitante.

Agora, Senegal e Costa do Marfim vão se reencontrar em duelos que valerão uma das cinco vagas reservadas ao continente africano na Copa do Mundo de 2014. O jogo de ida, em outubro, será na Costa do Marfim, enquanto o duelo de volta terá que ser realizado em um campo neutro.

Nas Eliminatórias, a seleção de Senegal disputou dois jogos como mandante em campo neutro e empatou com Angola (1 a 1), em Conacri, no Guiné, e venceu Uganda (1 a 0), em Marrakesh, no Marrocos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEliminatóriasSenegalestádio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.