Sepultados atletas mortos em acidente

Sob o clima de muita consternação foram enterrados, agora à tarde, em Araraquara, os jogadores Ricardo Dias, do Oeste de Itápolis, e Guguinha, da Matonense, que morreram num acidente de carro, domingo, numa estrada vicinal perto de Américo Brasiliense, cidade vizinha de Araraquara. O carro no qual estavam os dois jogadores, um Fiat Uno, bateu de frente com um caminhão de cana. O motorista do caminhão se evadiu do local sem prestar atendimento às vítimas. Além dos dois jogadores, morreram duas moças que também estavam dentro do carro. O meia Guguinha, de apenas 17 anos, era ex-juvenil da Matonense, e se apresentaria nesta segunda-feira a Ferroviária, onde disputaria o Campeonato Paulista da Série B-1. Ricardo Dias, de 24 anos, era volante titular do Oeste, que disputa o Campeonato Paulista da Série A-3. Nesta temporada ele fez um gol pelo seu time e sua última partida aconteceu sábado, em Jaú, no empate em 2 a 2 com o XV local. Revelado na Ferroviária, o volante passou por Mogi Mirim, CSA-AL, CRB-AL, Paraguaçuense, Matonense e Etti Jundiaí. Durante o velório, os caixões dos dois jogadores estiveram cobertos com uma bandeira da Ferroviária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.